Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2016

AGRESSÕES EM CASA,DISCRIMINAÇÃO E RISCO DE MORTE : OS DRAMAS DAS 'REFUGIADAS' TRANS BRASILEIRAS

Imagem
Image copyrightALEXANDRA REICHARTImage captionSanni aborda sua identidade como mulher trans brasileira e imigrante em sua arte
Agressões em casa, discriminação e risco de morte: os dramas das 'refugiadas' trans brasileirasGabriela LoureiroDa BBC Brasil em Londres
23 novembro 2016 Sofia (nome fictício) aguarda uma decisão do Departamento de Imigração dos Estados Unidos em relação ao seu pedido de asilo feito em março deste ano. O processo traz detalhes sobre sua vida como mulher trans e sobre a perseguição a transexuais no Brasil. Entre 2008 e 2016, segundo dados compilados pela Transgender Europe, uma organização com sede na Europa, foram registrados 900 assassinatos de pessoas trans no Brasil, quase metade de um total global de 2.016 reportados no mundo inteiro. Com apenas 2,8% da população mundial, o Brasil responde por 46,7% dos homicídios registrados de pessoas trans em todo o mundo. Se o pedido for acatado, Sofia pode ser mais uma entre o crescente número de pessoas que consegu…

CASAMENTO GAY CRESCE 5 VEZES MAIS QUE HETERO,DIZ IBGE NO BRASIL

Imagem
Casamento gay cresce 5 vezes mais que hétero, diz IBGEEstatísticas do Registro Civil apuram união homoafetiva pelo 3º ano. Pesquisa do IBGE analisa “explosão” de uniões civis entre cônjuges do mesmo sexo. Pesquisa também mostra aumento da guarda compartilhada.24/11/2016 –
Casamentos gays tiveram aumento de 15,7% em 2015, segundo IBGE. A pesquisa Estatísticas do Registro Civil, doInstituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada hoje (24), aponta que casamento gay cresceu 5 vezes mais que hétero nos últimos dois anos. “Em 2013, o Conselho Nacional de Justiça – CNJ – aprovou a Resolução 175, que determina a todos os cartórios de títulos e documentos no território brasileiro a habilitar ou celebrar casamento civil ou, até mesmo, de converter união estável em casamento entre pessoas de mesmo sexo. Em relação a 2013, as uniões civis entre cônjuges do mesmo sexo aumentaram 51,7%”, afirma o estudo. No total geral, em 2015 o Brasil teve 1.137.321 casamentos civis, um aumento de 2,…

ROBÔS SEXUAIS COM TEXTURA E TEMPERATURA REALISTA PODEM CHEGAR JÁ EM 2017

Imagem
Robôs sexuais com textura e temperatura realista podem chegar já em 2017 POR  EM ROBÓTICA 08 NOV 2016 — 10H32

De uma maneira bem superficial, podemos dizer que boa parte da tecnologia evoluiu graças às guerras e à pornografia! Nos limitando ao segundo item, há quem diga que o VHS e o DVD só prosperaram por tanto tempo porque se aliaram à distribuição de conteúdo erótico, enquanto Betamax  e outras decidiram seguir sozinhos e foram egolidos — será que a internet também segue isso? Pois agora, também espera-se que a robótica ganhe o apoio da indústria erótica para evoluir. E quem diz isso é David Levy, em um texto publicado no Daily Mail nesta semana. Levy é um pesquisador especializado em inteligência artificial da Universidade de Maastricht (Holanda) e ficou famoso anos atrás, quando disse que acredita que os "robôs se tornarão tão parecidos com os humanos que não demorará muito para que as pessoas comecem a se apaixonar por eles". Robôs sexuaisEm um novo artigo, Levy…

COMO NÃO IDEALIZAR O AMOR? - REGINA NAVARRO LINS

Imagem

Muitas vezes, até em relações duradouras, ouvimos a descrição do parceiro amoroso de alguém como sendo uma pessoa maravilhosa, bonita, inteligente, carinhosa e nos sentimos constrangidos quando somos apresentados a ela. É comum não possuir absolutamente nenhuma das características atribuídas pelo outro. O amor romântico é construído em torno da projeção e da idealização sobre a imagem em vez da realidade. A pessoa amada não é percebida com clareza, mas através de uma névoa que distorce o real. Os amigos dizem: “O que ela viu nele?” ou “O que ele viu nela?” Porque eles veem a pessoa, enquanto você vê a imagem idealizada do outro. Entretanto, para se manter envolto na névoa que cobre o amor romântico depois de algum tempo de relação, é necessário que o outro corresponda, evitando qualquer intimidade real, se calando sobre os pensamentos e sentimentos mais íntimos, bem como mantendo um certo afastamento físico. As pessoas sempre souberam disso. Até alguns anos atrá…