Postagens

OS JOVENS QUE VIVEM COM A DESCONFIANÇA DE TEREM SIDO INFECTADOS DE PROPÓSITO COM HIV

Imagem
Direito de imagemEmanoele Daiane/BBC BrasilImage caption Lucas Patrick Machado convive com o HIV há três anos e desistiu de denunciar transmissão intencional por dificuldade de apuraçãoOs jovens que vivem com a desconfiança de terem sido infectados de propósito com HIV Lucas Patrick Machado, de 24 anos, conheceu Celso* em uma rede social, em julho de 2014. Ambos viviam em Cáceres (MT), trocaram mensagens por duas semanas e marcaram um jantar no final daquele mês. "Ele sempre dizia que eu era bonito, legal, que queria me conhecer e que poderíamos ficar juntos. Por isso decidimos sair", lembra Machado. O encontro terminou em um motel, onde mantiveram relações sexuais com preservativo.
"Eu tinha dito que estava sem camisinha e pedi a ele que levasse, porque estava sem dinheiro." Após a primeira relação, Machado estranhou a postura de Celso, que não demonstrou interesse em manter contato.
"Depois que a gente transou, ele se levantou correndo e jo…

OS JAPONESES QUE DESISTEM DAS MULHERES PELO 'AMOR' A BONECAS

Imagem
Os japoneses que desistem das mulheres pelo 'amor' a bonecasO japonês Masayuki Ozaki, de 45 anos, diz estar apaixonado por sua boneca sexual.
"Mesmo quando as coisas não vão bem no trabalho, ou se eu tiver um dia ruim, me sinto seguro ao saber que ela está sempre acordada, me esperando", diz ele.
Dados indicam um número crescente de homens japoneses substituindo as parceiras de carne e osso.
Cerca de 2 mil bonecas são vendidas no país todos os anos, com preços a partir de R$ 20 mil.
Alguns clientes desenvolvem uma relação emocional com elas.
É o caso de Senji Nakajima, de 62 anos, que diz ter "desistido" de namorar seres humanos.
Para especialistas, por trás dessa tendência, está a solidão masculina.

Fonte:http://www.bbc.com/portuguese/geral-40507383


POR QUE OS JAPONESES ESTÃO CADA VEZ MENOS INTERESSADOS EM SEXO

Imagem
Image captionO comediante Ano, de 26 anos, diz sentir-se intimidado pelas mulheresPor que os jovens japoneses estão cada vez menos interessados em sexoO Japão é conhecido por sua cultura sexual. Seja qual for sua preferência ou fantasia, há alguém para realizá-la no país que inventou o conceito de motel, há quase meio século. Jovens japoneses, no entanto, estão quebrando essa tradição e abrindo mão do sexo. Uma pesquisa mostra que é cada vez mais comum ser virgem no país entre pessoas de 18 a 34 anos. E a proporção de japoneses solteiros que não têm um relacionamento está em alta. O que há por trás dessa mudança?
Ano Matsui, um comediante de 26 anos, diz não ter se relacionado até hoje com uma mulher por falta de autoconfiança. "Nunca fui popular entre as meninas. Uma vez chamei uma para sair, e ela disse não. Isso me traumatizou", conta.
Matsui afirma que há muitos homens como ele, com "medo das mulheres". "Temos medo de sermos rejeitados. Então, passamos nosso …

A COMUNIDADE HIPPIE QUE SE REÚNE PARA CELEBRAR O AMOR EM FLORESTAS REMOTAS PELO MUNDO

Imagem
A comunidade hippie que se reúne para celebrar o amor em florestas remotas pelo mundo

Colorado, EUA, 1972. A participação norte-americana na Guerra do Vietnã se aproximava do fim, Haight-Ashbury, o bairro de San Francisco que foi símbolo do movimento hippie nos anos 60 já não era tão icônico, e a violência no Festival de Altamont, o “Woodstock do Oeste”, mudara os rumos da contracultura. Da reorganização de quem buscava uma sociedade totalmente diferente da que havia surgiu o Rainbow Gathering, algo como “Reunião do Arco-Íris”. Tratava-se originalmente de enormes encontros em florestas nacionais dos Estados Unidos, em que milhares de pessoas passavam de alguns dias a até um mês (um ciclo lunar) em meio às florestas para se conectar à natureza. Somos a maior não-organização de não-membros do mundo”, dizem alguns participantes, se referindo ao fato de que não há lideranças dentro do que chamam de Family of the Rainbow (“Família do Arco-Íris”). O objetivo é manter viva a ideologia de uma v…

COMO FOI CRIADA A HETEROSSEXUALIDADE COMO A CONHECEMOS HOJE

Imagem
Direito de imagemALAMYImage captionA heterossexualidade não "estava simplesmente lá" desde sempre - e não há por que imaginar que sempre estará
Como foi criada a heterossexualidade como a conhecemos hojeO dicionário médico Dorland, de 1901, definiu a heterossexualidade como "um apetite anormal ou pervertido em relação ao sexo oposto". Mais de duas décadas depois, em 1923, o dicionário Merriam Webster definia a orientação sexual como "paixão sexual mórbida por alguém do sexo oposto". Apenas em 1934 a heterossexualidade teve o significado atualizado: "manifestação de paixão sexual por alguém do sexo oposto". Pessoas costumam reagir com incredulidade ao conhecer essas definições: "Isso não pode ser verdade", dizem. A sensação é de que a heterossexualidade sempre "esteve presente". Há alguns anos, circulava na internet um vídeo de um homem que perguntava às pessoas na rua se achavam que homossexuais nascem com essa orientação sexual.…