Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2012

ELAS AMAM SER SOLTEIRAS

Imagem
Elas amam ser solteiras: mulheres ajudam a mudar antigos conceitos sobre as relações e legitimam os novos desejos femininosAna Raquel, Muryel e Geórgia ainda são minoria entre as mulheres brasileiras, mas ao bradarem que a solteirice é uma escolha de vida – e não uma falta de opção
Por Débora Rubin. Fotos Felipe Morozini. Produção Fernanda Ary
Ana Raquel: “Ser solteira é uma licença poética”
Numa viagem à romântica Veneza, a publicitária Ana Raquel Renovatto, 32 anos, foi jantar num charmoso restaurante. Depois de servir o seu prato, o garçom ficou ao longe, olhando um tempão para ela. Ana está acostumada com os olhares masculinos, mas sabia que, naquele caso, não era admiração nem paquera. O olhar do italiano era de estranhamento – para não dizer de pena – porque ela estava desacompanhada. “Finalmente ele teve coragem, se aproximou e me perguntou se podia retirar os outros talheres”, conta. “Se eu fosse uma mochileira, ninguém me olharia feio, mas uma mulher de 30 anos, arrumada e bo…

A QUÍMICA DO DESEJO : DESEJO PROIBIDO ?

Imagem
Hoje falaremos sobre um tema polêmico e muito censurado por alguns, o desejo e o tesão. O desejo é a capacidade de tomarmos posição frente ao que nos aparece.  Diante de um fato, podemos aceitá-lo ou rejeitá-lo.  O tesão independente do estímulo já provoca sensações no corpo, independente do estímulo, que pode variar de uma simples cena de sexo, ou de tocar a pessoa desejada.  É um processo químico do corpo, que vai variar desencadear vários sintomas.  O coração dispara, as mãos suam, as pernas ficam meio bambas, a fome desaparece.
Isso ocorre porque o cérebro manda uma overdose de adrenalina no organismo quando surge o interesse por alguém.
A excitação, o tesão todo, faz com que algumas alterações apareçam nessa hora, como a cor da pele (corada), a temperatura do corpo aumenta, as batidas do coração (taquicardia leve), a respiração ofegante, a lubrificação vaginal e a ereção começam a acontecer.
É uma necessidade, em geral muito diferente da associada aos instintos. 
O desejo se torna aquele …