Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2015

HOMOSSEXUAIS REPRIMIDOS ? PESQUISA INDICA QUE HOMOFÓBICOS SENTEM EXCITAÇÃO POR HOMOSSEXUAIS

Imagem
Homossexuais Reprimidos? Pesquisa indica que homofóbicos sentem excitação por homossexuais
Pesquisa revelou que maioria dos homofóbicos sentiram-se excitados quando confrontados com cenas homossexuais. O mesmo não ocorreu com os não-homofóbicos Desde o fim do ano passado, em São Paulo, assistimos a uma série de ataques brutais contra homossexuais ou homens que seriam homossexuais aos olhos de seus agressores. No fim de 2010, por decreto da Presidência da República, foi estabelecida a finalidade do Conselho Nacional de Combate à Discriminação e Promoção dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (parte da Secretaria de Direitos Humanos). Mais recentemente, o Supremo Tribunal Federal reconheceu a união entre pessoas do mesmo sexo como unidade familiar. Não me surpreende que uma explosão de homofobia aconteça logo agora, pois, em geral, o ódio discriminatório aumenta de maneira diretamente proporcional aos avanços da tolerância. Funciona assim: quanto mais sou forçado…

VERDADES SECRETAS DOS NARCISOS CONTEMPORÂNEOS

Imagem
VERDADES SECRETAS DOS NARCISOS CONTEMPORÂNEOS Diariamente entramos em contato com uma diversidade de tipos com os quais estabelecemos uma curiosa conexão. Seja através da televisão, do cinema ou do teatro, as personagens são representações dos arquétipos, mitos e símbolos, com os quais nos identificamos. Reais, históricas ou ficcionais, são simulacros de verdades e conceitos. Por este motivo, é muito comum encontrarmos personagens cujos traços tipificam os assuntos cotidianos. Um dos temas mais explorados na atualidade refere-se às questões que envolvem a beleza, seja ela feminina ou masculina, o fato é que o assunto está cada vez mais em pauta. Não é de hoje que a representação dessa temática vem sendo explorada tanto   pela literatura quanto pelo cinema, teatro e tv. Assim, o clássico mito de Narciso, construído pela mitologia grega e fartamente interpretado por diversos pintores e escritores, encontra na atualidade o seu similar. Segundo a mitologia, Narciso foi um herói da Beócia, que…

A ERA DOS NOVOS NARCISOS : MÚSCULOS E MÁSCARAS

Imagem
A era dos novos narcisos: músculos e máscaras Lágrimas, emoções exibidas em público, unhas pintadas, sobrancelhas retocadas: dos políticos aos atores, passando pelos esportistas, o cânone básico do comportamento viril parece completamente mudado. Porque mostrar os sentimentos tem o seu valor, e porque a estética é um fator cada vez mais importante. Que também condiciona os novos homens.

A reportagem é de Anais Ginori, publicada no jornal La Repubblica, 13-02-2012. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Não é uma prova de sensibilidade e de impulso artística como quando Diderot saía do teatro chorando e soluçando: aquele era o século das Luzes, os homens descobriam inesperadas paisagens interiores, recém começava a redefinição dos arcaicos cânones de virilidade.

Hoje, o choro masculino se ostenta, se torna uma prova inédita de força física, como demonstra a imagem de Vladimir Putin(foto), que não segura as lágrimas, deixa cair uma, duas, três gotas, única surpresa de mais uma vitória anunciad…

A METROSSEXUALIDADE MUDOU OS HOMENS

Imagem
E a metrossexualidade mudou os homens O inventor da célebre palavra fez um e-book sobre o fenômeno. O termo descreve os novos narcisos: agora, 18 anos depois,Mark Simpson acrescenta outros neologismos.

A reportagem é de Francesco Pacifico, publicada no jornal La Repubblica, 14-02-2012. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

O termo "metrossexual" tornou-se maior de idade: o primeiro artigo que o citava no jornal inglês The Independent é de 1994.Mark Simpson, autor do artigo, publicado Metrosexy: A 21st Century Self-Love Story: uma coleção de todos os seus artigos sobre o tema do Narciso contemporâneo, que se veste bem e usa produtos de beleza. O livro está disponível apenas digitalmente, na Amazon, a 2,68 euros. Aqui segue um glossário dos termos utilizados por Simpson para entender o homem contemporâneo e a sua relação com a beleza, a identidade, o desejo, as compras.

Metrossexual. O desejo masculino de ser desejado: por todos, especialmente pelos outros homens metrossexuais. Quem…

SE OS HOMENS SÃO DE MARTE,É POSSÍVEL RESGATÁ-LOS DE LÁ - MARCELO VERAS

Imagem
Se os homens são de Marte, é possível resgatá-los de lá



O casamento era a conjunção possível entre o simbólico, instrumento necessário para se fazer filhos e perpetuar a fortuna. As questões do prazer, contudo, não eram incluídas nessa equação.
Estava escrevendo um texto sobre a solidão masculina quando vi o último filme de Ridley Scott, Perdido em Marte, em que o pobre Matt Damon amarga anos de solidão até que a NASA consiga tirá-lo do planeta vermelho. O solitário astronauta é um personagem muito próximo do cotidiano do psicanalista. Se você não compreende vou relembrar o combo: homens-marte, mulheres-vênus, sacou?
Eis a pergunta: é possível um homem amar uma mulher e zelar por seu falo ao mesmo tempo? Quanto mais escuto os homens mais acredito que o falo está em Marte e o feminino nem o Hubble ainda encontrou.
Nos consultórios atendemos com frequência homens preocupados com a ereção, com a ejaculação – precoce ou retardada, volumosa ou escassa – com seus bíceps, mas raramente encontro …

O AMOR MORA ENTRE O TEMPO DE CHEGAR E A HORA DE PARTIR.BEM AO LADO VIVE A SAUDADE.

Imagem
O amor mora entre o tempo de chegar e a hora de partir. Bem ao lado vive a saudade. Veio num domingo à tardinha, três de agosto. Chegou de uma vez, de malas, dançando com a beleza. Encheu meus silêncios de música, me contou seus começos e meios e fins. Cochilou no sofá, acordou ao meu lado, rezou comigo de manhã, antes da lida. Firme e mansa, me jogou amor na cara. Fez a festa, pintou as paredes de riso. No ar, ventilou um hálito doce, fresco. Encontrou seu espaço, apertou os cintos e embarcou comigo na aventura do sonho. Partimos sem escalas rumo a um futuro imaginado, casório, casa, filhos, férias. Voamos alto, dividimos bagagens, a cama, o lanche, a conta do restaurante. Conhecemos nossos senões e porquês e poréns. Miramos de perto um caminho longo, bonito, cercado de árvores e matos e flores e plantas na estrada que vai longe, imaginando como seríamos nós quando chegássemos às últimas sombras do jardim. Trouxe comida, bebida, papel higiênico. Tentou arrumar a bagunça da casa e o tumul…