Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2017

SAIBA COMO AGIR EM CASO DE ASSÉDIO SEXUAL

Imagem
Saiba como agir em caso de assédio sexual porRedação
29/01/2016  Andar pelas ruas e ouvir um comentário obsceno sobre o seu corpo é um elogio? Ouvir uma cantada no ambiente de trabalho é algo natural? Ser “encoxada” no transporte público faz mesmo parte da rotina das grandes cidades? A resposta para todas essas perguntas é NÃO. Tudo isso é assédio sexual. O que é assédio sexual? O assédio sexual é uma manifestação sensual ou sexual, alheia à vontade da pessoa a quem se dirige. Ou seja, abordagens grosseiras, ofensas e propostas inadequadas que constrangem, humilham, amedrontam. É essencial que qualquer investida sexual tenha o consentimento da outra parte, o que não acontece quando uma mulher leva uma cantada ofensiva. Porque devemos denunciar o assédio? Dizer não ao assédio é não aceitar mais que mulheres sejam vistas como objetos sexuais passivos ou como vítimas frágeis do poder dos homens. Dizer não ao assédio é afirmar que as mulheres podem e devem ter controle sobre a própria sexualidad…

O EFEITO DAS DROGAS NO SEXO

Imagem
O Efeito das drogas no sexo. Drogas são substâncias naturais ou sintéticas que produzem alguma mudança mental ou física ao entrarem no organismo, modificando assim suas funções.
Há drogas cujos uso e comercialização são permitidos por lei como o tabaco, o álcool, os calmantes, os estimulantes ou depressores do apetite, por exemplo.
As drogas naturais vêm de algumas plantas, de animais e de alguns minerais. Ex.: cafeína (café), nicotina (tabaco), ópio (papoula), THC (maconha).
As drogas sintéticas são produzidas em laboratório.

Não há como falar em drogas sem fazer referência aos efeitos nocivos ou às suas possíveis consequências em relação à sexualidade.
As palavras sexo e drogas pareceram historicamente possuir um “e” entre elas. Como se o consumo de drogas e a atividade sexual fizessem parte de um mesmo comportamento.
Isso tudo porque existe a idéia de que o prazer do ato sexual é potencializado pela ação de substâncias químicas!!!


Porém, o que os estudos nos mostram é que a sexualidade é a…

O AMOR EM TEMPOS DE FACEBOOK

Imagem
O AMOR EM TEMPOS DE FACEBOOKVocê olha para o lado e no muro mais uma frase romântica pichada. Sorri feliz e até tira uma foto, o amor está lá, pintado no muro e emocionando quem passar por ali e ler. O amor está escrito no papel da bala, com frases curtas e incríveis e parece o suficiente. No adesivo do carro com corações vermelhos. E agora, ele também está lá, publicado no seu mural todos os dias. O amor está sendo divulgado em frases mal elaboradas à espera de mais uma opção curtir, de mais um seguidor. Em tempos onde todos viraram poetas e discípulos do romantismo, o amor se perdeu de vez num emaranhado de palavras que, juntas dizem menos do que separadas. E ‘eu te amo’ é frase que se compra e se vende mais barato do que pastel de feira. Antes o amor era cafona, agora o amor é plágio. Vem cá, onde foi parar o amor mesmo? Do luxo ao lixo. Saiu dos corações, dos beijos molhados, das surpresas e das mãos dadas para virar politicagem barata em redes sociais. O amor está em promoção! Cu…

O MACHISMO TAMBÉM MORA NOS DETALHES

Imagem
O machismo também mora nos detalhesPadrão9 de abril de 2015by Think Olga

Quando você pensa em machismo, o que vem à sua cabeça? Estupro, violência doméstica, restrição econômica, submissão e subserviência. Porém, existem alguns comportamentos machistas que permeiam nosso cotidiano e sequer nos damos conta. Gestos que parecem inofensivos, mas na verdade roubam nossa força, nosso espaço e limitam as possibilidades das mulheres. Mas estamos de olho! A Think Olga traz uma explicação sobre quatro tipos de machismo invisíveis para te ajudar a combatê-los no seu dia-a-dia: manterruptingbropriating,mansplaining gaslighting. São comportamentos batizados em inglês sem tradução oficial. Mas também achamos imprescindível pensarmos em versões em português!
A palavra é uma junção de man (homem) e 

CENAS DE SEXO NO CINEMA AINDA SÃO TABU ?

Imagem
Direito de imagemSUNDANCE SELECTS
Cenas de sexo no cinema ainda são tabu?Nicholas BarberDa BBC Culture Os oito minutos mais comentados do cinema no ano passado fizeram parte do filme francês Azul É a Cor Mais Quente. A cena de sexo entre duas garotas era tão explícita e longa que o drama dirigido por Abdellatif Kechiche, sobre a passagem para a vida adulta, poderia ter sido desprezado como sendo pornografia. No entanto, mesmo em meio a um grande debate sobre a moralidade de um cineasta de 52 anos orientando duas jovens atrizes nuas a se contorcerem, o filme ganhou a Palma de Ouro do Festival de Cannes e foi um sucesso de crítica. A maioria dos especialistas viu no filme um retrato duro e honesto do primeiro amor. Não foi um caso isolado. Quando passamos os olhos pela lista de filmes de 2013, poderíamos pensar que os diretores de hoje só querem saber de sexo. Gwyneth Paltrow e Mark Ruffalo, dando um tempo na função de salvar o planeta em Os Vingadores, estrelaram Terapia do Sexo, um drama s…