Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2013

A INVEJA NO AMOR - REGINA NAVARRO LINS

Imagem
A inveja no amor

No consultório já ouvi diversos casos de relações amorosas que são prejudicadas pela inveja de um dos parceiros.
Às vezes conhecemos duas pessoas que vivem juntas, mas são tão diferentes entre si! Será que conseguem se entender? Como será o cotidiano delas? Sempre ouvimos dizer que os opostos se atraem. Mas será que essa lei da física também pode ser aplicada ao relacionamento amoroso?
O caso de Suzana ilustra bem como é difícil essa situação. Ela e Paulo são médicos e estão casados há oito anos. A relação nunca foi muito fácil devido à competição do marido com ela e às constantes críticas que ele lhe faz. Há três meses Suzana procurou terapia por estar em dúvida quanto à manutenção do casamento:
“Paulo sempre tentou me derrubar. No início do casamento não dava para perceber muito, porque eu tinha acabado de me formar e ainda não tinha emprego. Na medida em que fui melhorando na profissão, nossa vida começou a piorar. Se penso em fazer um novo concurso ele sempre arranj…

BONITAS,CHEIROSAS & SOZINHAS

Imagem
Bonitas, cheirosas & sozinhasPor que sobram tantas mulheres no fim da festa?
Estou me acostumando a ver mulheres sozinhas ao meu redor. Não apenas mulheres sentadas no cinema ou lendo num café, em paz com elas mesmas. Penso em mulheres sem companhia masculina, em situações em que elas gostariam de ser cortejadas, mas não são. 
Outro dia fui a um casamento. Havia na festa muita gente avulsa. As mulheres dançavam e olhavam ao redor, procurando companhia. Eram mulheres bonitas, cheirosas e bem arrumadas, a maioria delas com menos de 30 anos. Sozinhas. Onde estavam os homens? Acompanhados, muitos. Bêbados e desinteressados, outros. Ou superados em números pela quantidade de mulheres disponíveis. 
Eu me pergunto o que isso significa. 

Festas de casamento eram bons lugares para arrumar namoro, ou pelo menos um rolo que valesse a pena. As pessoas costumam estar embriagadas e felizes. Mulher adulta não vai sem depilação a esse tipo de evento. Os homens já saem de casa mal intencionados. Me…

O BONITÃO QUE NÃO SE APEGA - IVAN MARTINS

Imagem
O bonitão que não se apegaSerá que ele vai mudar aos 40 anos? Bem...Certas coisas não melhoram com a passagem do tempo. A dificuldade em manter relacionamentos, por exemplo. Alguém que ache difícil namorar aos 20 anos dificilmente chegará aos 30 ou aos 40 como a pessoa mais apegada do planeta. O tempo diminuiu a curiosidade afetiva e a inquietude. Diminui também a compulsão sexual. Mas a relutância em criar laços só aumenta.
Tenho uma amiga cujo irmão de 40 anos ilustra o caso. Médico bonito e bem sucedido, ele troca de mulher com as estações do calendário. São sempre garotas bonitas, diz a minha amiga. Muitas delas são interessantes, ela me explica. Mas nenhuma dura no posto. Antes, o irmão levava algumas dessas garotas para conhecer a família. Nos últimos anos, envergonhado com o rodízio, só visita os pais e a irmã sozinho. Os filhos dela, com aquela ingenuidade perversa das crianças, costumavam perguntar pela namorada anterior... 

Casada há 10 anos, mãe duas vezes, minha amiga acha…

MENTE MODERNA,CORAÇÃO CARETA - IVAN MARTINS

Imagem
Mente moderna, coração caretaNossas emoções nem sempre combinam com as nossas ideias
Nem sempre nossas convicções andam juntas com as nossas emoções. É comum que a gente pense uma coisa e sinta outra. Ou defenda em teoria coisas que não conseguimos praticar. O ideal seria que dentro de nós valores e emoções andassem coladinhos, mas nem sempre acontece. Vira e mexe a gente se pega em contradição com a gente mesmo: achando uma coisa e fazendo outra; desejando diferente do que acha bonito.
Outro dia, conversando com uma amiga, ela comentou que aquilo que diz sobre sexo e fidelidade não tem muito a ver com a vida que ela realmente leva. O discurso dela é muito liberal, mas a realidade dela é bem careta. Uma coisa são as convicções dela sobre o que é certo nesse terreno, outra são as atitudes que ela tem vontade de tomar. As duas coisas não batem, e ela se sente uma fraude.
Acho que esse tipo de coisa acontece todo dia, com muita gente. Coerência é uma mercadoria que nem sempre está disponí…

DIA DO SEXO : SAIBA MITOS E VERDADES QUE NÃO DEVEM SER PERPETUADOS

Imagem
Dia do Sexo:saiba a verdade sobre mitos que não devem ser perpetuados.
Será que o desejo sexual diminui com a idade? Devemos procurar o Ponto G? Tamanho é documento? Quem quer transar só uma vez por ano é doente? A educadora sexual e consultora Sílvia Amaral desvenda esses e outros mitos que assombram a cabeça de brasileiros de todas as faixas etárias. As ilustrações são de Soraia Piva e o texto de Letícia Orlandi (Ilustração: Soraia Piva / EM / DA Press).



1) É verdade que as pessoas mais velhas têm menos desejo?
Depende. Sílvia explica que, fisiologicamente falando, o desejo sexual está associado à produção hormonal. 'Nós somos de fases, passamos por períodos de maior ou menos interesse pelo sexo. Em todas as fases da vida, há mudanças. E quando a idade avança, não é diferente. Mas a diferença na produção de hormônios não necessariamente reduz o desejo. Aliás, se a pessoa tiver boa saúde, cuidar de si e cultivar a autoestima, essa mudança pode passar despercebida do ponto de v…