O QUE É A EJACULAÇÃO FEMININA ?

Mulher Atingindo Orgasmo

O Que É a Ejaculação Feminina?

Ejaculação feminina é encontrada em muitos livros sobre sexo, incluindo o Kama Sutra e é uma parte dominante do sexo tântrico. Você pode ter se perguntado, o que é a ejaculação feminina? As mulheres realmente podem ejacular? Como isso acontece? Aqui vai a verdade sobre a ejaculação feminina.

O que é a ejaculação feminina?

A ejaculação feminina refere-se a um líquido que a mulher expele da sua vagina quando é sexualmente excitada ou tem um orgasmo, muito parecido como um homem quando ejacula o sêmen de seu pênis durante um orgasmo. Em muitas culturas, incluindo as culturas que praticam regularmente o sexo tântrico, a ejaculação feminina é considerada “o Santo Cálice” de todos os atos sexuais. Algumas culturas acreditam que a ejaculação feminina tem propriedades incríveis de cura.

As mulheres podem realmente ejacular? É só urina?

As mulheres podem ejacular da sua uretra (o tubo que de onde vem a urina), soltando um líquido especial das glândulas dentro da uretra chamadas de “glândulas de Skene”. Alguns cientistas acreditam que a ejaculação feminina está relacionada à incontinência urinaria por estresse, ou o urinar acidentalmente durante um orgasmo, mais do que a uma ejaculação real.
Entretanto, este líquido especial foi testado em muitas mulheres e os resultados mostram que ele na verdade não é urina e não há nenhuma urina nele. Isso não quer dizer, entretanto, que todo o líquido expelido da vulva de uma mulher durante um orgasmo é ejaculação. Muitas mulheres têm incontinência urinária durante o sexo, mas isto é diferente da ejaculação feminina.

Como uma mulher pode ejacular?
A ejaculação feminina é geralmente clara, aquosa na consistência e não tem nenhum odor. Este líquido especial também não é uma forma da lubrificação vaginal natural, porque o líquido é liberado da uretra e não do canal vaginal. Também é liberado no clímax do sexo ao invés de no começo e não tem utilidade na lubrificação.
Para que uma mulher ejacule, ela deve estar extremamente excitada e relaxada. Nem toda mulher consegue ejacular, independentemente da estimulação sexual, mas muitas conseguem. A ejaculação feminina geralmente resulta de uma excitação intensa no ponto G, mas às vezes também pode resultar da estimulação do clitóris. Se a mulher tiver um orgasmo clitoriano (ponto C) em conjunto com um orgasmo do ponto G, ela está mais propensa a ejacular durante o clímax.
A quantidade de fluído que uma mulher consegue ejacular durante um orgasmo difere de pessoa para pessoa, assim como de orgasmo para orgasmo. Algumas mulheres podem ejacular durante o sexo sem nem saber disso, porque a quantidade de fluído expelido é imperceptível. Outras mulheres parecem jorrar um bocado de fluídos durante a ejaculação, e embora no começo isso pareça uma grande quantidade de líquido, a verdade é que apenas algumas “colheradas” de fluidos estão sendo expelidas.
As mulheres que não sabem como ejacular durante um orgasmo podem aprender? Ou é algo que vem naturalmente? Ainda há muitas perguntas sobre ejaculação feminina que não foram respondidas, mas uma coisa é certa – muitos homens e mulheres acham que a ejaculação feminina é excitante! Se você for capaz de ejacular durante o sexo, não esconda isso – aproveite!
Mulher Tendo Orgasmo

5 Formas de Saber Se Você Teve Uma Ejaculação Feminina no Sexo


A Ejaculação Feminina acontece, mas pode ser uma surpresa para muitas mulheres. Nem todas as mulheres estão conscientes de que elas podem ejacular e muitas mulheres nunca experimentaram isso antes. A pSe não é urina, então não vai cheirar como urina. Realmente, a única exceção para essa regra é se você beber muita água e se sua urina for sempre bem clarinha (ou bebeu muita água logo antes do sexo por alguma razão esquisita). Já que a ejaculação feminina sai da uretra, ela pode se misturar com um pouco de urina que foi deixada – então se tiver um leve odor de urina, não se assuste. Se realmente cheira como xixi, então é xixi. Se não cheira e você não bebeu seu peso em água, então parabéns – você acabou de experimentar a ejaculação feminina.rimeira vez que você tem uma ejaculação feminina, você pode acabar sentada em colchas encharcadas pensando no que aconteceu. Como dizer se você acabou de esguichar?

1. Você Urinou Logo Antes de Fazer Sexo

Essa é, na verdade, a melhor maneira de dizer se o fluido que foi expelido durante o sexo foi urina ou ejaculação. Já que ambos os fluidos são quase iguais em consistência (a ejaculação feminina pode ser mais viscosa que a urina, mas as vezes é tão aguada quanto), é difícil dizer se você urinou ou ejaculou apenas pela consistência. Se você urinou logo antes do sexo, no entanto, você pode ter quase certeza que qualquer fluido que você expeliu durante o sexo é ejaculação, a não ser que o sexo tenha durado por horas.
Por exemplo, se você ejaculou durante o sexo cerca de quinze a vinte minutos depois de ter usado o banheiro, não é urina. Seu corpo não teve tempo o bastante para fazer essa quantidade de urina em tão pouco tempo, a não ser que você tenha bebido 5 litros de água antes de transar. Então, se você quer garantir que a próxima vez que encharcar seus lençóis não fez xixi na cama, diminua a ingestão de água algumas horas antes de fazer sexo (garanta que você vá beber toda água que você quiser antes disso, não se desidrate!). E depois urine logo antes de começar. Se você ainda esguichar, com certeza é um orgasmo.

2. Isso Saiu Sozinho

Algumas vezes, quando uma mulher não sabe que pode ejacular, o fluido vai sair por si só durante contrações musculares involuntárias quando você tem um orgasmo. Pode parecer que você precisa urinar quando você ejacula (daí toda confusão se o líquido é mesmo urina ou ejaculação feminina), e se você se abaixar e flexionar seus músculos, você pode empurrar a ejaculação para fora. Isso é o que ejaculadoras veteranas fazem. No entanto, muitas mulheres que nunca experimentaram a ejaculação feminina não têm consciência disso. Portanto, quando os músculos contraem-se involuntariamente durante um orgasmo, a ejaculação parece sair sozinha. Podem ser algumas cotas ou até um copo inteiro de líquido, e ele pode tanto escorrer quanto ser esguichado.

3. Não Cheira Como Xixi

Se não é urina, então não vai cheirar como urina. Realmente, a única exceção para essa regra é se você beber muita água e se sua urina for sempre bem clarinha (ou bebeu muita água logo antes do sexo por alguma razão esquisita). Já que a ejaculação feminina sai da uretra, ela pode se misturar com um pouco de urina que foi deixada – então se tiver um leve odor de urina, não se assuste. Se realmente cheira como xixi, então é xixi. Se não cheira e você não bebeu seu peso em água, então parabéns – você acabou de experimentar a ejaculação feminin

4. Seu Ponto G Estava Sendo Estimulado

Normalmente o ponto G precisa ser estimulado de maneira firme (muito firme) para que ocorra a ejaculação feminina. Massagear suavemente ou mal tocar o ponto G não vai produzir a ejaculação feminina. É necessário um toque especialmente firme para estimular o ponto G a esse ponto, e a mulher normalmente tem que estar muito excitada primeiro. Então, se você e seu parceiro tiveram muitas preliminares, você está super excitada e seu ponto G está realmente sendo massageado logo antes do orgasmo, aí você pode ter quase certeza que ejaculou.

5. Seu Orgasmo Foi de Matar

Um orgasmo com ejaculação é intenso. Realmente intenso. Muitas mulheres que não conseguem ejacular não o fazem simplesmente pela incapacidade de se “deixar levar”, o que é necessário para experimentar a ejaculação feminina. Se você não foi totalmente envolvida pelo momento, se talvez até esqueceu de onde estava, e se deixou levar totalmente durante seu orgasmo e expeliu muito líquido, você pode ter certeza que ejaculou ao invés de apenas urinar. Se o seu orgasmo foi incrível e você está completa e totalmente exausta depois (e você está tão sensível  lá embaixo que não aguentaria se seu parceiro assoprasse seu clitóris) então aí sim, você ejaculou.
Mulher Puxando a Fronha

5 Fatos Sobre o Orgasmo Feminino Que Você Não Sabia


Quando uma mulher faz sexo ou algum tipo de ato sexual, sua atenção está em chegar ao clímax. O orgasmo feminino é uma das sensações mais incríveis do mundo, nada se compara a isso.
Mesmo para as mulheres que já tem orgasmos por tempos, ainda existem algumas coisas que muitas delas não sabem sobre o orgasmo feminino.

1. Maior nem sempre é melhor

Não, não estou falando do tamanho do pênis do homem, mas sim dos sons que você emite. Nós fomos forçadas a acreditar pelos filmes pornôs e por famosas cenas de sexo que uma mulher deve gritar quando chega ao clímax, mas isso não é verdade. Nem todo orgasmo feminino precisa vir acompanhado de gritos escandalosos.
Na verdade, pesquisas sugerem que os sons que a mulher faz quando chega ao clímax não refletem os prazeres que ela vivenciou durante o ato. Quando uma mulher grita e geme durante o orgasmo, é para excitar os parceiros. Mulheres não têm nenhum prazer sexual de gritar ou gemer durante o orgasmo.

2. O orgasmo feminino pode ser causado por toques não genitais

Você provavelmente já ouviu ou vivenciou orgasmos diferentes em sua vida resultantes de estímulos vaginais ou do clitóris, mas cada orgasmo tem que começar no cérebro primeiro. Existem mulheres que podem chegar ao orgasmo através de estímulos nos seios, então orgasmos não precisam necessariamente vir de estímulos genitais.

3. A maioria das mulheres tem seu primeiro orgasmo na masturbação

Não surpreende que você conheça seu corpo melhor do que um homem conhece. Você sabe o que te excita e o que te dá prazer. Por isso mais de 80% das mulheres que experimentam atividades de auto prazer terminam conseguindo um orgasmo.

4. Orgasmos são como vinho

Não pense que conforme a idade os orgasmos se tornam mais fracos. Na verdade, o orgasmo feminino é ainda melhor quando as mulheres adquirem mais idade. Estudos mostram que mulheres adolescentes e na casa dos vinte tem menos orgasmos que mulheres mais velhas. Talvez mulheres mais novas estejam fazendo algo errado…

5. Algumas mulheres ejaculam ao ter um orgasmo

Orgasmos com ejaculação feminina supostamente são a máxima experiência do orgasmo feminino. Durante um orgasmo com ejaculação, uma mulher irá ejacular da mesma forma que um homem faz. O orgasmo parecerá mais como se você precisasse fazer xixi, mas ao invés disso um líquido claro escapará do corpo. Orgasmos com ejaculação são muito intensos.
Na próxima vez que tiver um orgasmo, sente e pense no que você fez para chegar ao clímax. Existem muitas coisas mal interpretadas a respeito do orgasmo feminino. A verdade é que só as mulheres sabem como chegar ao orgasmo, mesmo com alguns homens declarando que sabem mais sobre nossos corpos do que nós mesmas, isso dificilmente é verdade.
Orgasmo

Como Conseguir Ter Orgasmos Múltiplos


Ter um orgasmo durante a relação sexual pode ser praticamente impossível para algumas mulheres, o que dirá ter orgasmos múltiplos. Dificilmente as mulheres atingem esse estado máximo de prazer, mas você sabia que isso é possível para todas as mulheres?
Com algumas técnicas todas podem chegar ao ápice basta relaxar e gozar. O orgasmo feminino, diferente do masculino, não tem um padrão certo, pode ser um único e intenso, vários menores, ou as duas situações juntas, variando de mulher para mulher e da intensidade do sexo.
Os orgasmos múltiplos são continuações de picos de prazer com a manutenção da excitação, ou seja, não é necessário um intervalo sobre um orgasmo e outro, pois ele ocorre de forma contínua. Esses orgasmos não acometem os homens, pois eles, após a ejaculação, passam pelo período denominado de refratário, de relaxamento para reiniciar uma futura atividade sexual.
Muito se diz do orgasmo feminino, sendo inclusive um tabu para muitas delas. Algumas esperam ver estrelas e ouvir o ressoar de sinos, porém, não passa de ideias de orgasmo já ultrapassadas que podem nunca vir a acontecer. O orgasmo feminino é completamente subjetivo e tem uma característica própria em cada mulher e cada qual deve buscá-lo à sua maneira.

Mistérios dos orgasmos múltiplos

Após chegar ao primeiro orgasmo, é muito mais fácil atingir os outros se a mulher continuar sendo estimulada. Os outros orgasmos já não exigem mais tanto esforço, uma vez que a mulher já se encontra excitada e com o corpo quente, certo? Porém para o orgasmo múltiplo se tornar realidade, a mulher deve estar em uma posição confortável que lhe dê muito prazer, pois qualquer desconforto ou dor pode ocasionar a perda do tesão, e aí é praticamente impossível chegar lá.
Um sexo muito cansativo, em que a mulher precisa fazer muito esforço, geralmente em posições em que ela domina, pode fazer com que ela se canse muito rápido, atingindo um único orgasmo.

Foco na masturbação

Muitas mulheres sentem-se inseguras em se masturbar por ficarem constrangidas, mas nada mais natural e melhor para descobrir seu próprio corpo. Através da masturbação, com o auxílio de alguns brinquedinhos, a mulher pode explorar seu próprio corpo e saber que partes do corpo sente mais prazer e qual a intensidade que mais gosta.
A maior parte das mulheres não chega ao orgasmo por não saber suas preferências e assim mantê-se restritas ao “feijão com arroz”. É importante lembrar que ter orgasmos múltiplos nem sempre é melhor do que ter um único e prolongado orgasmo. Às vezes é mais gostoso um único orgasmo, mais caprichado, do que poucos em intensidades menores.

O poder do clitóris

Essa região do corpo feminino é a que mais causa frisson nas mulheres. Quando estimulado, pode levar ao prazer pleno, ou seja, ao orgasmo. A mulher tem a capacidade de ter um orgasmo e logo em seguida já estar apta para dar continuidade à relação e brincadeiras, diferente dos homens, que quando ejaculam, o fluxo de sangue diminui fazendo com que o pênis volte ao seu estado normal, perdendo a ereção.

Saiba falar

Os homens são práticos, então para eles é difícil entender por meio de sinais quais são as posições que você mais gosta, as partes do corpo que quando estimuladas te dão mais prazer, etc. Por isso, é melhor parar de joguinho e ter uma conversa franca antes do sexo. Diga tudo o que gosta e de como gosta, ele também tem suas preferências, então descubram os gostos e prazeres um do outro para que o sexo seja completo para ambas as partes.
Quando um está excitado, fica mais fácil a outra pessoa se excitar também como consequência. Nada mais excitante do que saber o quanto você está satisfazendo outra pessoa, portanto uma condição leva à outra.

Fique à vontade

Se estiver tensa ou com mil e um problemas na cabeça, distraída, esqueça! Assim como os homens não conseguem atingir a ereção quando estão com problemas, as mulheres não sentirão absolutamente nada na hora da transa e é bem possível que se sintam desconfortáveis e suplicando para que tudo isso acabe logo. Se estiver nesse clima, é melhor nem começar, porque não será bom para você e nem para o seu parceiro.
Esteja disposta, despida de pensamentos puritanos e completamente relaxada ao transar. Esqueça do mundo lá fora e foque no agora e no que está fazendo e dê o melhor de si nisso. Faça tudo que tiver vontade, por mais estranho que possa parecer, e siga seus instintos carnais para ser capaz de ter orgasmos múltiplos.

Liberdade no pensamento

Libertar não só atitudes, mas o pensamento é muito importante. Se você tem fantasias sexuais enrustidas, pode ser uma boa hora de expô-las e colocá-las em prática. Isso pode facilitar a chegada ao orgasmo. Se não estiver disposta a torná-la real, pensar nisso na hora do sexo pode ajudar a deixá-la mais excitada ainda, contribuindo para o orgasmo. Que tal?

Dificuldade em gozar

Algumas mulheres, por mais que sejam estimuladas e sentirem prazer, podem não conseguir atingir o ápic. Se isso ocorrer mesmo depois de muita prática, pode ser que ela sofra de anorgasmia, uma condição que atrapalha a vida sexual da mulher.
A anorgasmia pode se apresentar no nível primário (em que a mulher nunca teve um orgasmo na vida), secundário (quando já teve orgasmo, mas parou de ter) e situacional (quando consegue em uma única posição ou no sexo oral de vez em quando). Essa condição ocorre única e exclusivamente por uma questão psicológica. Não há nenhum problema físico que cause isso, é apenas uma questão de libertação sexual que todas devem praticar sem medo de ser feliz.
Corpo de Mulher Nua

Como Encontrar o Seu Ponto G


O que é o Ponto G?


O Ponto G é um dos mistérios da vida, como o monstro do Lago Ness. Cientistas e experts têm discutido a respeito dele por anos, mas a maioria concorda que para algumas mulheres existe e pode levar a ótimos orgasmos.
Então aqui vai como encontrar o ponto G e cinco ótimas dicas de como usá-lo – e não se preocupe se achar que não tem um ponto G, porque essas dicas farão você ter orgasmos maravilhosos!
Para os que acreditam que o Ponto G existe, ele é uma área supersensível dentro da parede da vagina. Ao ser estimulado como o clitóris, pode te levar ao orgasmo mais rápido do que sexo com penetração.

Porque o Ponto G é tão especial?

O Ponto G produz um orgasmo único, diferente do clitóris. Isso ocorre porque o ponto G tem um nervo diferente do clitóris e assim ele tem uma sensação de orgasmo diferente. Essa sensação é muito profunda e as mulheres adoram!

Toda mulher tem um ponto G?

Bem, o júri ainda está aberto para discussão. Sim, o ponto G existe, mas cada mulher é diferente. Para uns é uma experiência incrível e outras não sentem nada. Do mesmo jeito que muitas mulheres têm mamilos especialmente sensíveis e outras não.

Por que temos um ponto G?

Algumas evidências médicas sugerem que o ponto G tenha outra proposta além de fazer você se sentir bem legal. Alguns cientistas acreditam que o ponto G suaviza o parto porque quando ele é estimulado, a dor diminui em 84%.
Então, se você está planejando um bebê para logo, pode valer a pena investigar isso!

O Ponto G garante o orgasmo?

Não existe nada como garantia de orgasmo. Mas saber estimular o ponto G funciona para você é algo bom – quanto melhor você conhecer seu corpo mais altas são as suas chances de um orgasmo.

É verdade que o ponto G faz ejacular?

Pesquisas recentes mostraram que algumas mulheres conseguem ejacular no sexo, nas preliminares ou ao ter o ponto G estimulado, mas é diferente do jeito com que os homens ejaculam. As mulheres ejaculam antes do orgasmo mas não se chateie se não souber se está ejaculando ou não.
Alguns homens se convencem de que se uma mulher não ejacula, ela não teve um bom orgasmo. Mas isso é uma ideia que vem do pornô – onde geralmente é fingida ou urina. Se você se sente inferior por conta disso, esclareça a ele que isso não te excita e mostre a ele o que funciona.

Como acho o meu ponto G?

Dentro da vagina há uma parte de tecido pequena situada na frente da vagina, então se você estiver deitada e sentir com seus dedos, eles estariam apontando para o teto e não para o chão. Você deve notar uma diferença no tecido de pele em comparação com as áreas ao redor. Bingo! Você achou!

Ou Tente Esta Outra Dica

Ao invés de deitar na cama, pode ser mais fácil para você poder se tocar primeiro para certificar-se de estar excitada. Os dedos femininos podem, por vezes, ser pequenos demais ou curtos para alcançar o ponto G, então um brinquedo ou os dedos do seu parceiro podem achar o lugar mais facilmente.
É possível sentar em frente a um grande espelho no chão, abrir os lábios, contrair os músculos da vagina e ver o ponto G. Você consegue ver o local. Aconselho a todas as mulheres a olhar e se familiarizar com esse adorável órgão feminino.

Não consigo sentir nada!

Não se preocupe, você é completamente normal. Você não é superior se tem uma parte da vagina que sente algo bom quando tocada e não é anormal se não se excita com estímulos do ponto G – somos todas diferentes. E não esqueça as outras áreas do corpo que te excitam.
Mulher Tendo Orgasmo

Conheça os 8 Tipos de Orgasmos Femininos


Atingir o orgasmo pode não ser a coisa mais simples do mundo para as mulheres, principalmente se falta conhecimento do próprio corpo. Mas e se lhe dissermos que existem oito tipos de orgasmos femininos? Parece impossível não atingir pelo menos um deles, não é mesmo? Muitos acreditavam que só existiam dois tipos de orgasmo, o chamado vaginal e o clitoriano, mas com o passar do tempo descobriu-se outros tipos, para a alegria das mulheres.
Saiba que você tanto pode atingir um, quanto todos os tipos de orgasmos femininos! Basta se libertar e se jogar com tudo no sexo com seu parceiro. Tente obter o orgasmo de todas as formas e descubra qual mais lhe satisfaz sexualmente.

1. Uretra como ponto de prazer

O canal por onde sai a urina, chamado de uretra, pode trazer muito prazer às mulheres. Isso porque esse canal fica em uma localização privilegiada para o prazer feminino, entre a vagina e o clitóris, e por isso é uma área super sensível. Pressionar, massagear ou acariciar com a língua pode estimular e muito essa região levando ao clímax. Peça para o parceiro fazer movimentos circulares ou de repetição para cima ou para baixo para te levar às alturas.

2. Ponto G: explore!

ponto G fica situado na vagina e tem o tamanho de uma pequena moeda. Fica acima do osso público e é uma zona erógena. Outra zona, chamada AFE, do inglês anterior fornix erotic é muito prazerosa para a mulher. A área fica próxima ao colo do útero e é menos específica do que o ponto G; em compensação, bastam alguns toques suaves para estimulá-las, diferente do ponto G, que exige movimentos mais precisos e firmes.
O orgasmo pode ser atingido com o dedo do seu parceiro (ou do seu próprio, no caso da masturbação) ou com a penetração em um ângulo de 90º com ele em pé ou ajoelhado. Vale a pena a tentativa.

3. Seios levam ao orgasmo. Será?

Muitos duvidam, mas pesquisadores já comprovaram que algumas mulheres podem chegar ao orgasmo apenas com o estímulo dos seios, configurando-se mas um dos tipos de orgasmos femininos.
Mulheres com sensibilidade nos seios podem sentir muito prazer com esse tipo de carinho. Fazer uso da língua, beijos e pequenas mordidas pode levar a mulher ao delírio. Parece impossível, mas se você estiver relaxada e excitada suficientemente com um homem empenhado curtindo seus seios, poderá chegar ao clímax com facilidade. Para se ter uma ideia, de 500 mulheres, 29% já experimentaram e vivenciaram um orgasmo pelos seios. No mínimo curioso né?

4. Clitóris: a chave do sucesso

O clitóris é a parte sexual mais conhecida do corpo da mulher. As mulheres adoram ser estimuladas nessa região e os homens já sabem que lá é o caminho quando querem enlouquecer a mulher. A maioria afirma que o orgasmo mais prazeroso é o clitoriano e, de fato, é um dos que mais causam sensação de prazer.
A melhor forma de alcançar o orgasmo na região é através de movimentos circulares e para frente e para trás. Para atingir uma sensação indescritível, vale experimentar a chamada “borboleta de Vênus”: trata-se de um estímulo no bumbum e no ânus (sem penetração) enquanto há o estímulo para cima e para baixo do clitóris com o dedo anular e o médio.

O poder da língua

Apesar do orgasmo poder ser atingido através de mãos perspicazes, nada substitui uma boa língua. Ao invés do seu parceiro realizar movimentos repetidos com a língua no seu clitóris, peça para que ele faça movimentos das letras do alfabeto, dê leves batidas da língua durante o sexo oral e use mais do que a ponta da língua para te dar prazer. Uma forma de dar mais pressão e estimular ao máximo a vagina é sentar-se no rosto do parceiro. Assim ele poderá sugar com facilidade seu clitóris e explorar sua vagina inteira.

5. Orgasmo vaginal

Este é o mais conhecido, porém, um dos tipos de orgasmos femininos mais difíceis de serem atingidos, pois geralmente a simples penetração na mulher não causa o mesmo frisson do estímulo clitoriano ou do ponto G, por exemplo. Para conseguir o orgasmo vaginal é preciso empenho e concentração, mas quando obtido, pode ser extremamente satisfatório. Diferente do que muitas pensam, esse orgasmo é mais facilmente obtido quando a mulher domina a transa, e não o contrário.
Ao sentar-se em cima do órgão do seu parceiro você pode controlar os movimentos de sobe e desce, movimentos giratórios e outros que te tragam mais prazer e ainda deixá-lo louco de tesão com suas feições de prazer. Porém, em alguns casos, mulheres podem chegar ao orgasmo quando o homem está por cima, principalmente se o pênis for grosso e conseguir chegar até o colo do útero. Tente posições diferentes: em pé, de joelhos, sentados, por trás, de lado até achar a posição perfeita para o seu prazer.

6. Orgasmo anal: ainda é tabu

Um tipo de orgasmo que ainda é tabu é no ânus. Algumas mulheres nunca experimentaram por receio, preconceito ou religião; já outras podem sentir desconforto e dores, mas as mulheres que passam a praticar com frequência o sexo anal podem chegar a orgasmos estupendos.
O ânus possui terminações nervosas muito sensíveis que levam ao prazer com o mínimo esforço. O estímulo pode ser com os dedos, a boca, o pênis (obviamente) ou até mesmo vibradores e outros brinquedos eróticos. Para facilitar a penetração nessa área mais apertada, pode-se fazer uso das bolinhas explosivas para lubrificar toda a área, facilitando a entrada e aumentando as chances de gozar.

7. Orgasmo no períneo

Localizado entre a vagina e o ânus, essa área traz muito prazer para o homem e para a mulher. Pode ser estimulado com os dedos aumentando as contrações na vagina. Ele pode ficar em segundo plano na hora do sexo, mas é um local perfeito para explorar durante as preliminares. A região é rica em vasos sanguíneos e por isso é extremamente sensível ao toque e carícias.

8. Orgasmo misto

Um dos mais intensos é a mistura de dois outros tipos de orgasmos femininos: o clitoriano com o vaginal, pois a mulher sente seu corpo completamente estremecido e sensível às sensações. Esse orgasmo pode ser atingido com você sentada em cima dele ativando as duas áreas com seus movimentos ou sentada em seu colo, de costas, enquanto ele brinca com os dedos em seu clitóris ao mesmo tempo em que você regula a intensidade do sobe e desce.
Uma boa dica é fazer movimentos circulares como se estivesse rebolando, além do seu parceiro ficar louco com o visual, você também aumentará suas chances de chegar ao ápice.
Mulher Puxando a Fronha

5 Fatos Sobre o Orgasmo Feminino Que Você Não Sabia

Quando uma mulher faz sexo ou algum tipo de ato sexual, sua atenção está em chegar ao clímax. O orgasmo feminino é uma das sensações mais incríveis do mundo, nada se compara a isso.
Mesmo para as mulheres que já tem orgasmos por tempos, ainda existem algumas coisas que muitas delas não sabem sobre o orgasmo feminino.

1. Maior nem sempre é melhor

Não, não estou falando do tamanho do pênis do homem, mas sim dos sons que você emite. Nós fomos forçadas a acreditar pelos filmes pornôs e por famosas cenas de sexo que uma mulher deve gritar quando chega ao clímax, mas isso não é verdade. Nem todo orgasmo feminino precisa vir acompanhado de gritos escandalosos.
Na verdade, pesquisas sugerem que os sons que a mulher faz quando chega ao clímax não refletem os prazeres que ela vivenciou durante o ato. Quando uma mulher grita e geme durante o orgasmo, é para excitar os parceiros. Mulheres não têm nenhum prazer sexual de gritar ou gemer durante o orgasmo.

2. O orgasmo feminino pode ser causado por toques não genitais

Você provavelmente já ouviu ou vivenciou orgasmos diferentes em sua vida resultantes de estímulos vaginais ou do clitóris, mas cada orgasmo tem que começar no cérebro primeiro. Existem mulheres que podem chegar ao orgasmo através de estímulos nos seios, então orgasmos não precisam necessariamente vir de estímulos genitais.

3. A maioria das mulheres tem seu primeiro orgasmo na masturbação

Não surpreende que você conheça seu corpo melhor do que um homem conhece. Você sabe o que te excita e o que te dá prazer. Por isso mais de 80% das mulheres que experimentam atividades de auto prazer terminam conseguindo um orgasmo.

4. Orgasmos são como vinho

Não pense que conforme a idade os orgasmos se tornam mais fracos. Na verdade, o orgasmo feminino é ainda melhor quando as mulheres adquirem mais idade. Estudos mostram que mulheres adolescentes e na casa dos vinte tem menos orgasmos que mulheres mais velhas. Talvez mulheres mais novas estejam fazendo algo errado…

5. Algumas mulheres ejaculam ao ter um orgasmo

Orgasmos com ejaculação feminina supostamente são a máxima experiência do orgasmo feminino. Durante um orgasmo com ejaculação, uma mulher irá ejacular da mesma forma que um homem faz. O orgasmo parecerá mais como se você precisasse fazer xixi, mas ao invés disso um líquido claro escapará do corpo. Orgasmos com ejaculação são muito intensos.
Na próxima vez que tiver um orgasmo, sente e pense no que você fez para chegar ao clímax. Existem muitas coisas mal interpretadas a respeito do orgasmo feminino. A verdade é que só as mulheres sabem como chegar ao orgasmo, mesmo com alguns homens declarando que sabem mais sobre nossos corpos do que nós mesmas, isso dificilmente é verdade.
brinquedos-na-masturbacao

Tipos de Masturbação Avançados para um Maior Prazer

A masturbação pode ficar um pouco chata quando fazemos sempre a mesma coisa, certo? Creio que nenhuma mulher aqui irá discordar disso. Infelizmente, muitas mulheres ainda acham que se masturbar é algo sujo e que não deveria ser praticado, no entanto, isso não as impede de fazer. Vamos admitir, 99.9% das mulheres se masturbam. Só que, se a mulher pensa que o que ela faz é errado, dificilmente ela irá cogitar utilizar alguns tipos de masturbação avançados, com lubrificantes e brinquedos sexuais, por exemplo, nessa prática.
Vamos acabar com esse preconceito e viver a vida como ela deve ser vivida. Brinquedos sexuais podem criar diferentes sensações e orgasmos melhores, e eles também podem ser usados com o seu parceiro durante o sexo.
Aqui estão alguns tipos de masturbação avançados para você tentar utilizar se quiser apimentar a sua masturbação.

As Mãos

As maioria das pessoas começa a se masturbar na adolescência e, com essa idade, você ainda não pode comprar brinquedos no sex shop, o que faz com que as mulheres acabem se acostumando a continuar fazendo isso sempre do mesmo jeito, sem tipos de masturbação diferenciados até depois que já são adultas.
Claro que algumas meninas são mais ousadas, desde a juventude, e começam a recorrer as coisas que elas têm em casa mesmo. Objetos corriqueiros, frutas e etc. Mas não é a regra. Portanto, siga esse exemplo e passe a aderir aos brinquedos sexuais na sua masturbação.

Vibrador Coelho

Os vibradores mais comuns entre as mulheres são os lisos e simples, a maioria esquece que existem vários outros formatos para variar os seus tipos de masturbação.
Vibradores simples não costumam ter um estímulo próprio para o ponto G e nem para o clitóris. Experimente um vibrador coelho e você verá que terá novos estímulos bem mais impressionantes do que com os vibradores comuns.
Os benefícios dele são:
• O “dildo” no final, que é curvo e permite uma ótima estimulação do Ponto-G. Em muitos modelos ele vai vibrar e girar para dar uma estimulação extra.
• Ele costuma ter bolinhas que estimulam as áreas sensíveis da abertura vaginal.
• Um anexo na parte frontal para fazer a estimulação do clitóris.
• Alguns vem também com um anexo para a estimulação anal.
• Tem várias velocidades para tipos de masturbação variados.

Plugs Anais

Se você não é adepta, pense no caso. Eu sei que a estimulação anal ainda é um tabu para muitas mulheres, mas não precisa ser. Vamos admitir, se você já se estimulou analmente, sabe que existem muitos prazeres anais para serem explorados.
Plugs Anais são ótimos acessórios para isso. Trata-se de um pequeno “plug” que você coloca no ânus e pode deixar lá, enquanto se masturba ou enquanto faz sexo. Obviamente, depois que você já tiver acostumado com ele lá dentro, pode utilizá-lo para uma masturbação anal até que, no futuro, possa utilizar brinquedos sexuais maiores.
Plug Anal com Rosa

5 Dicas Para Escolher Plugs Anais Perfeitos Para Você

Comprar brinquedos sexuais pode ser difícil, especialmente quando você não tem certeza do que quer comprar. Nós reunimos uma coleção de pequenas dicas para ajudar você a encontrar o seu prazer. Plugs anais têm uma grande diferença de tamanhos, materiais prazerosos, e texturas; cada uma dessas características gera uma ótima oportunidade para encontrar zonas de prazer erótico no seu bumbum.
Escolher um brinquedo sexual de que você goste pode ser um desafio, e plugs anais podem ser particularmente ainda mais difíceis, porque o ânus é menos flexível que a vagina, tanto fisicamente quanto em pontos de prazer. Nós esperamos poder ajudar você a escolher um plug anal que ache mais confortável, sensual e o mais prazeroso possível.

1. Conheça seu Bumbum

Antes de comprar qualquer plug anal, é importante conhecer sua bunda. Se você nunca usou um antes, é melhor saber se você gosta de estimulação anal, e se gostar, quantos dedos você aguenta dentro. Se você é uma entusiasta anal, um brinquedo anal novo deve ser confortável para você. As dimensões não podem ser muito grandes, mas grandes o bastante para dar aquele sentimento sexy e muito prazeroso de preenchimento. Além disso, descubra o que te intimida e o que te dá mais vontade. Se der medo, a maior chance é de que você não vá gostar tanto de plugs anais quanto gostaria de algo com um apelo mais sexy.

2. Não tenha medo de Texturas

Da mesma maneira que os plugs anais normais com uma ponta cônica são ótimos para dar prazer, texturas diferentes realmente podem te deixar nas nuvens e fazer você agarrar os lençóis. Eles são fáceis de manobrar no seu ânus, e o prazer fornecido está sempre mudando, tornando a sua experiência de prazer anal muito mais intensa. Isso é melhor se você já teve alguns brinquedos anais, e gostaria de tentar algo novo. Mesmo novatas, que nunca tiveram um brinquedo anal antes, podem se beneficiar de contas anais – seu aumento gradativo é ótimo para relaxar seu ânus ao mesmo tempo em que te dá algo que fará você gemer.

3. Pense nos Materiais

Silicone é o material mais básico de brinquedos sexuais, e fazem brinquedos ótimos, pois são fáceis de cuidar e duram muito (se você gostar, ele vai durar bastante!). Existem, no entanto, muitos tipos diferentes de materiais que são excelentes especialmente para plugs anais. Brinquedos de aço inoxidável são mais pesados e ótimos para uso estendido já que exercitam seus músculos Kegel (o assoalho pélvico) enquanto te dão um prazer constante. Vidro é mais frágil, mas a rigidez e o design mais elaborado permitem brincadeiras fantásticas enquanto você explora o seu corpo.

4. Onde Comprar e um Lembrete: Não Tem Devolução!

Quase todos os brinquedos sexuais não têm devolução, por razões óbvias de higiene, isso significa que se você comprar um brinquedo tem que se comprometer com ele. Tenha cuidado com o que você compra, leve em consideração o preço, o design e por fim, esteja disposta a gastar um pouco de dinheiro. Os brinquedos de ‘luxo’ mais caros normalmente têm um design melhor e são de qualidade, pegam menos cheiro, bactérias e são fáceis de usar. Isso é o melhor para sua saúde, especialmente com coisas que entram no seu bumbum.

5. Tente se Aventurar!

Essa é engraçada – tente algo que te faça sentir safada, mas com um pouquinho de receio. Procure algo novo: uma textura diferente, algo fofinho e safadinho. Descubra algo que vai te excitar conforme você usa, por motivos além dos físicos. Não tenha medo de se aventurar com seus brinquedos! Afinal, eles vão durar por muito tempo e continuar te trazendo todo tipo de prazer.
Fonte:http://irresistivel.com.br/
Mulher Atingindo Orgasmo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

15 SINAIS QUE ELE QUER SÓ SEXO

GUIA ILUSTRADO DE SEXO ORAL EM MULHERES E HOMENS