DEPENDENTES DE VIAGRA

Murillo Constantino
Cuschnir: homens inseguros no sexo
Dependentes de Viagra

Após a euforia com medicamentos contra impotência, hoje muitos homens de várias idades até adiam o ato sexual se não
dispõem dos comprimidos na hora
Luiz Cuschnir*

É fácil ouvir histórias bem- humoradas de homens que têm nos famosos comprimidos do Viagra um divisor de águas da vida sexual. Sem dúvida, o remédio e seus atuais concorrentes (Cialis e Levitra) são donos de mérito indiscutível como arsenal para homens com problemas de ereção sexual. Mas vem aí o lado negro da história. É alta a incidência de homens inseguros e dependentes dessas pílulas. E justo elas, que forneceram segurança a eles, agora os torna totalmente “vendidos” a seus efeitos miraculosos.
Tenho recebido, na experiência de consultório, depoimentos de homens até mais hesitantes de suas performances sexuais do que antes do advento do Viagra. Não são poucos os que relatam situações como “não tentei nada naquela noite, pois estava sem a pílula”. Disfarçam, mascaram até com a desculpa da falta do preservativo, mas no fundo não se sentem encorajados o suficiente para tentar uma relação sexual quando estão sem o medicamento. Isso vale para muitos jovens: em busca de supostas experiências transgressoras como a de garantir sexo a noite toda e fazer uso do recurso para isso, podem se ver aprisionados a uma dependência, tornando-se mais inseguros na seara sexual. Sem falar dos riscos aos cardíacos, diabéticos, etc.
Alguns homens em processo terapêutico ainda conseguem perceber o que está acontecendo. Relatam que após tomar pela primeira vez a droga, acabam mais inseguros no sexo. Alguns começam a achar que nem assim terão uma boa relação sexual. “O problema é a libido na minha cabeça e para isso o remédio não adianta”, enxergam vários.
Inúmeras gerações de remédios já vieram salvar gloriosamente o sexo masculino, na tentativa de dar segurança e maior praticidade na hora do ato sexual. Na maioria das vezes os métodos químico-medicamentosos são eficientes. Certamente drogas como o Viagra, o Cialis e o Levitra devolveram a muitos homens – vários deles com mais de 55 anos – a felicidade de poder levar uma vida sexual ativa e intensa, por vezes abandonada. Felizmente já não são mais as pomadas orientais duvidosas nem somente os aflitivos injetáveis localizados. Em uma relação já desgastada sexualmente, mas não afetivamente, o uso do remédio é indicado, pois evita que o casamento vire uma guerra. Para quem acha que a boa relação é uma boa ereção com uma mulher mais jovem, usando o medicamento, terá mais certeza da sensação de ser 30 anos mais jovem.
Não se deve esquecer, contudo, que a chave do segredo dessas angústias sexuais continua a ser a transformação da vida masculina pós-feminismo. Os homens sempre precisaram manter um exemplar desempenho sexual, em todos os sentidos. Mas a pressão era bem diferente. Precisavam de quantidade e não estavam nem aí se seriam avaliados por elas. Decerto era mais importante a autovalorização junto aos colegas de farra do que propriamente com as parceiras.
Mas agora tudo mudou. Elas os avaliam, cobram e se sentem rejeitadas se eles não comparecem. Estão também atentas não só à quantidade mas os classificam. São os novos tempos de vida sexual. Não foram poucos os relacionamentos que passaram por crises, que transitavam pela baixa auto-estima dela ou dele. A relação homem e mulher, com seus encontros e diferenças, está cheia de máscaras criadas conforme a tecnologia bioquímica se esmera em promover mais amálgamas para novos disfarces. Para tanto, vale apostar no fortalecimento da identidade pessoal.

*Luiz Cuschnir é psiquiatra e psicoterapeuta há 30 anos em São Paulo. Precursor do masculismo, acaba de lançar seu sexto livro, A Relação Mulher & Homem – uma História de Encontros e Diferenças (Editora Campus)


O VIAGRA E A BUSCA DA JUVENTUDE PERDIDA
Moacir Costa


É lugar-comum em nossa sociedade, e já existe inclusive farta crônica a respeito, que pessoas idosas procurem gente mais jovem para relacionamentos afetivos. O uso do Viagra, ao propiciar impulsos de vitalidade, pode favorecer essa prática?
Creio que sim, principalmente por parte do homem idoso, cujo processo de envelhecimento tende a ser mais depressivo, pois ele tem maior dificuldade para conviver com limitações da idade, entre elas as sexuais. Nesse terreno, o uso do medicamento abre uma nova perspectiva ao fazer esse indivíduo recuperar a confiança que tinha na capacidade sexual em etapas passadas da sua vida.
Tenho um cliente, um professor universitário de 68 anos, que se lembrava de haver tido ereções semelhantes aos 40 anos. Pacientes com mais de 60 anos têm me relatado que adquirem tal sensação de plenitude que isso se reflete positivamente nas suas relações com a vida em geral. Eu acredito que isso de fato esteja acontecendo.
É importante destacar que esse indivíduo ganha uma nova maneira de abordar o envelhecimento e até de retardá-lo, se estiver bem de saúde. O restabelecimento da função sexual provoca essa retomada da vitalidade.
Mas aqui retornamos a um ponto delicado que é a questão do sexo como instrumento de poder. À medida que recupera o poder dos 40 anos, via ereção vigorosa, esse homem passa a extrapolar, em alguns casos começa a achar que todos os seus problemas estão resolvidos. E não é assim.
Essa euforia é até certo ponto justificável aos 68, 70 anos. Quanto dura essa fase de celebração?
De início, a euforia é muito grande, pois o homem faz a extraordinária descoberta de que não está morto, que pode ter uma vida ativa. As possibilidades dele estavam se fechando, uma vez que a falta de sexo e de amor diminui bastante a vibração com a vida, o trabalho etc. Um homem de até 45 anos tende a atribuir sua falha de ereção a fatores extremos: a troca de mulher, a bebida, o estresse. Nunca acha que a situação é definitiva. Pensa que em alguma hora vai ser resolvida, mesmo que seja difícil.
Já no homem com 65, 70 anos, o definhamento do sexo lhe dá a sensação de que chegou ao fim. Quando restaura a confiança, seja por meio de uma cirurgia para colocação de prótese, seja pela auto-aplicação ou agora por intermédio do Viagra, começa, pelo que pude constatar, a retomar atividades das quais tinha se aposentado. A falta de sexo nessa faixa representa o fim, a despedida da vida.
Você tem relatos de homens com 65, 70 anos que tomaram Viagra e que extrapolaram, por exemplo, tiveram duas ou três relações numa mesma noite?
Duas relações eu já ouvi. Mas quero lembrar que o importante não é a performance, é a reaquisição da confiança, a retomada de algo que já se julgava perdido. É nesse foco que vejo essa nova perspectiva de mudança que está começando a ocorrer no processo de envelhecimento. Com o Viagra, as pessoas vão poder funcionar mais tempo e viver mais. Isso as fará mais ativas.
A questão, no contexto da velhice, é ser mais ativo ou não. No entanto, se ele não tiver uma parceira que compreenda esse processo, que seja refratária ao contato íntimo, a situação pode ficar problemática.
Por que a parceira não o acompanharia? A mulher não teria mais disponibilidade do que o homem nessa faixa de idade?
Biologicamente, sim. Nessa fase, biologicamente, em termos de sexualidade, ela é menos comprometida ou apresenta menos problemas de saúde que o homem. Por exemplo, não tem complicadores sérios com o câncer prostático. Contudo, terá maior dificuldade para se excitar em caso de complicações do diabetes e problemas vasculares, aliás, como o homem. Só que nele há um acometimento maior da função sexual.
Psicologicamente, a mulher pode estar mais envolvida com o envelhecimento, no sentido de se desinteressar pelo sexo. Ela se liga mais em derivativos: questões familiares, domésticas, netos, trabalhos manuais. A formação que teve ajuda a explicar esse comportamento. Essa mulher, que foi jovem nos anos 60, está muito comprometida com os preconceitos, é mais recalcada e bloqueada sexualmente. Se não surgir algo similar para a mulher, pode haver um desequilíbrio maior entre o casal.
Quero, porém, fazer uma ressalva: a mulher que hoje está com 40, 50 anos vai ter, eu acredito, um envelhecimento melhor no plano afetivo e sexual.
Moacir Costa
Médico psiquiatra e sexólogo
Texto do livro "A pílula do prazer"
Editora Gente


A farra do viagra



Jovens tomam o remédio contra impotência por curiosidade, diversão e para não falhar na hora H

O Viagra, a pílula contra a impotência fabricada pela Pfizer, deixou de ser usado apenas por homens com dificuldades de ereção. O medicamento está virando febre entre jovens sem problemas de disfunção erétil. Eles tomam o remédio por diversão, curiosidade e por medo de falhar na hora H. Na maioria das vezes, o Viagra é ingerido nas “baladas” em conjunto com drogas – as mais comuns são álcool e ecstasy.
A moda não acontece só no Brasil. Nos Estados Unidos, os jovens também estão abusando do medicamento, entre eles, muitos homossexuais. Um levantamento recente feito na cidade americana de San Francisco pelo Departamento de Saúde Sexual local comprovou o fenômeno e mostrou que os gays estão ingerindo Viagra e ecstasy com uma frequência preocupante. De acordo com a pesquisa, eles se sentem eufóricos e potentes depois de recorrer à mistura. Um dos problemas é que muitas vezes os consumidores relaxam na prevenção e mantêm relações sexuais sem preservativo.
Por aqui, não há estudos a respeito do assunto, mas alguns médicos tiveram notícias de casos de consumo irregular do medicamento por jovens. “Sabemos que o problema acontece, mas esses usuários não nos procuram”, conta o urologista Celso Gromatzky, de São Paulo. O Viagra, que só deveria ser entregue a quem possui receita médica, é obtido por esses novos consumidores de várias maneiras. No Brasil, por exemplo, pode-se comprá-lo pela internet ou em farmácias que não exigem a prescrição médica.
O medicamento pode ser usado por jovens, mas somente aqueles que apresentarem dificuldades de ereção. Afinal, o problema não é privilégio dos mais velhos. “O remédio é uma opção aos jovens que têm dificuldades emocionais, como forte insegurança. O Viagra é aliado à terapia psicológica até que o paciente restabeleça sua segurança”, afirma Eric Wroclawski, presidente da Sociedade Brasileira de Urologia.
Tomar a droga sem necessidade não traz benefícios, pois o remédio 
deve ser usado só para quem precisa estimular a ereção. Ele não aumenta o prazer na hora da relação. Por isso, é uma bobagem o jovem achar que se transformará em super-homem. Ao contrário. As consequências podem ser sérias. Se for ingerida sozinha, a pílula pode causar um problema chamado priapismo prolongado – uma dolorosa e indesejada ereção que dura horas ou dias. Raríssimo, é verdade, o mal pode acometer pessoas de qualquer idade e para resolvê-lo pode até ser necessário fazer cirurgia.
Quando combinado com álcool, a bebida pode, no princípio, potencializar o efeito do remédio. Os dois relaxam os vasos sanguíneos do pênis, facilitando a ereção do órgão. Mas o fenômeno não passa de ilusão. A relação não ficará melhor por causa disso. Até porque Viagra e álcool, justamente por atuarem de formas semelhantes, também resultam em efeitos colaterais parecidos. Entre eles, estão dores de cabeça mais fortes. Isso sem falar que o uso abusivo do álcool, mesmo com o Viagra, diminui a libido. O excesso da bebida inibe o funcionamento de uma parte do sistema nervoso central que estimula a vontade sexual e a ereção.
Se o Viagra for consumido com o ecstasy, a princípio a sensação parece ser boa. A droga atua no sistema nervoso central e estimula a intensidade e a duração da relação sexual. “Ela aumenta a vontade e o vigor”, explica Anthony Wong, toxicologista do Hospital dos Clínicas de São Paulo. Porém, depois do efeito alucinógeno, o ecstasy provoca a constrição dos vasos sanguíneos, dificultando a ereção. Além disso, há chances de ocorrer um problema cardíaco, pois, juntos, Viagra e ecstasy sobrecarregam o coração.
Para a psiquiatra Carmita Abdo, de São Paulo, especialista em sexualidade, existem algumas razões para o fato de os jovens 
recorrerem ao Viagra. Uma delas é o velho medo de não dar conta do recado. “É comum falhar algumas vezes quando se está começando a vida sexual. Mas deve-se procurar o médico se o problema persistir”, aconselha a especialista.
Depoimentos
Pedro Batista Silva*
23 anos, publicitário, homossexual e morador de Nova York
“Fui para uma balada com os amigos. Às cinco horas da manhã, tomei um ecstasy. Meia hora depois, outro. Estava me sentindo o máximo. Depois da festa, fomos para a casa de uns colegas. Chegando lá, dois deles queriam ter relações comigo. Não estava a fim e me sugeriram tomar um Viagra por volta das 7h30.
Transei até as 14h com os dois. Foi indescritível. Tive a melhor sensação de prazer da minha vida. Estou esperando a próxima oportunidade de repetir isso. É muito fácil conseguir o Viagra. Recebo vários e-mails por dia me oferecendo o remédio.”
Marcelo Mercedes Dias*
28 anos, professor, habitante de São Paulo
“Já experimentei Viagra com álcool pelo menos dez vezes. Algumas para turbinar a relação sexual. Outras por pura diversão. Quando misturo os dois, sinto um calor tremendo, inchaço nas mãos e a sensação de que a cabeça vai expandir. Mas não sinto dor.
O Viagra funciona como um pano de fundo luxuoso para uma outra droga protagonizar a cena. Acho que minha namorada não sentiu muita diferença porque ela não comentou nada. Tomarei mais vezes, com certeza. Ainda tenho duas pílulas na minha bolsa.”
Fonte:http://www.istoe.com.br/reportagens/26478_A+FARRA+DO+VIAGRA

Anabolizantes do sexo
Terapeutas afirmam que o efeito em homens jovens e saudáveis é mais psicológico do que fisiológico


O ambiente é uma balada. Ele tem 20 anos e está com ela pela primeira vez. Após goles de uísque, percebe que a noite renderá além de bons amassos. Um amigo saca do bolso uma pílula azul e oferece ao rapaz. Ele pensa na chance de ter uma noite de sexo intensa, de deixar a garota impressionada. O cérebro elenca, em seguida, o raciocínio matador para a decisão pelo sim: Se eu tomar, meu desempenho está garantido. Não vou falhar. Um arremate na bebida e o comprimido para disfunção erétil está a caminho do estômago.
O Brasil se tornou vice-líder mundial em vendas de remédios para impotência sexual em 2010. Entre agosto de 2010 e julho de 2011, o mercado movimentou R$ 621 milhões no país, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. O número de comprimidos vendidos pulou de 19,5 milhões, entre maio de 2009 e abril de 2010, para 40,5 milhões no mesmo período de 2011, de acordo com números da IMS Health – empresa que faz auditoria no setor, divulgados pela Pfizer. Diante de dados pomposos, é lógico pensar: os brasileiros andam às voltas com dificuldades de ereção – logo o Brasil, um país famoso pelo fervor sexual.
Raciocínio equivocado. À exemplo da cena descrita na abertura deste texto, a mudança de comportamento entre jovens de 18 a 30 anos é um dos fatores que explica a expansão no mercado – o que significa que os rapazes não estão ficando broxas.
– Estava numa festa com uma garota. Um amigo me ofereceu. Tomei. Otimiza bastante – contou um estudante de 28 anos do Departamento de Odontologia da UFSC.
O uso recreativo dos medicamentos para disfunção erétil é uma realidade, embora ainda não existam métodos de prevenção ou de alerta sobre o tema. Três estudos publicados recentemente comprovam a prática. A revista científica Saúde Pública publicou em 2008 um estudo da Faculdade de Farmácia, da Universidade Nove de Julho (Uninove), de São Paulo. A universidade investigou o uso dos remédios no campus. Questionários foram passados para um número de alunos que equivalem a 5% do total. Verificou-se que 14,7% dos entrevistados já haviam utilizado as pílulas, sendo que 83,5% usaram uma única vez e o restante pelo menos uma vez ao mês. O destaque é que nenhum dos entrevistados relatou dificuldade para ter ou manter a ereção. As motivações para o uso foram curiosidade (70%), potencialização da ereção (12%), ejaculação precoce (12%) e aumento do prazer (6%).
– O uso recreativo é comum no Brasil, e um alerta precisa ser dado logo. Isso acontece porque o governo brasileiro cedeu ao lobby dos grandes laboratórios e permite a venda sem receita. Em outros países, como EUA e na Europa, o controle é mais eficaz – afirma Eduardo Lopes, secretário-geral da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU).
O urologista critica a apresentação do remédio em embalagens como a do recém-lançado Levitra ODT, que aparece na capa desta edição do Donna. A embalagem ugere um remédio “mais pop”, que derrete na língua, o que tende a ter mais apelo entre os jovens. Nelson Ambrogio, diretor da unidade de negócios Medicina Geral da Bayer, fabricante do Levitra, rebate a crítica, dizendo que estudos comportamentais mostram que homens com disfunção erétil têm certa resistência em assumir que precisam do medicamento.
– A nova apresentação traz mais conforto e discrição – completou.
Em 2010, a Sociedade Internacional de Sexualidade Humana veiculou artigo sobre o tema feito na Argentina. A pesquisa recolheu 400 depoimentos de homens entre 18 e 30 anos em universidades, academias e escolas. 21,5% dos entrevistados já haviam usado alguma pílula para disfunção erétil sem indicação médica. O que chamou mais a atenção é que as medicações foram usadas em 53,4% dos relatos combinadas com drogas ou álcool. Um estudo mais amplo foi publicado, em abril de 2010, pela Springer, publicação científica internacional. Nele, foram ouvidos 2 mil jovens de 497 instituições de ensino dos EUA – 4,5% usaram o remédio pelo menos um vez e, desses, 1,4% usam de forma recorrente. A publicação também identificou a falta de problemas de ereção entre os usuários e chamou a atenção para um comportamento de risco, pois os entrevistados usaram o remédio em relações sexuais sem camisinha e aliado ao uso de drogas. Os três trabalhos ressaltam a preocupação com a venda dos remédios sem receita e com- a falta de estudos dos efeitos dos remédios em jovens saudáveis.
A garota e o rapaz de 20 anos viveram uma maratona sexual naquela noite. Ela jamais soube do empurrão químico no vigor dele.
Dizem os terapeutas que o efeito do remédio em homens saudáveis é mais psicológico do que fisiológico. Não há trabalho de prevenção sobre o uso recreativo dos remédios.
 
--------------------------------------------------------------------------------
 Nas gôndolas, a variedade é farta
No mercado, existem 13 remédios para disfunção erétil, com preços que variam de R$ 8 a R$ 40. O mais vendido é o Cialis, do laboratório Eli Lilly. O Viagra virou o medicamento de referência por ter sido o pioneiro. Está no mercado há 11 anos e, ano passado, teve sua patente quebrada, o que fez o preço cair de cerca de R$ 30 para R$ 12 em média. O mercado para estes medicamentos é tão agressivo que um dia após a quebra da patente, em junho de 2010, já estava nas gôndolas das farmácias o genérico Sildenafila - hoje em dia campeão de vendas (leia mais na página 11).
A curiosidade fica por conta da forma como o Viagra foi descoberto. O remédio era pesquisado para tratamento de cardíacos. Mas nos testes com voluntários se evidenciou uma potencialização significativa da ereção nos participantes da pesquisa, enquanto os resultados para cardiopatias foram pífios. Assim, direcionou-se o remédio para a disfunção erétil, o que provocou uma revolução no comportamento sexual da sociedade atual.
– Eu tenho um casal de pacientes. Ele tem 87 anos, e ela, 82. Eles têm uma vida sexual ativa e feliz graças ao uso desse tipo de remédio – comenta o urologista Jovânio Fernandes Rosa.
Existem quatro tipos de substâncias (sildenafil, vardenafil, todalafil e ladenafil) que combatem a disfunção erétil. A mais comum é o sildenafil, princípio ativo do Viagra, Ah-zul, Dejavu, Escitan, Sollevare, Suvvia, Vasifil, Videnfil e do genérico Sildenafila. Vardenafil compõe o Levitra (na capa desta edição) e o Vivanza. Todalafil está no Cialis, e o ladenafil, no Helleva, único produzido por um laboratório brasileiro. As quatro agem da mesma forma (confira infografia). O que varia é o tempo de ação e o tipo de efeito colateral, o que também tem a ver com o organismo de cada um. O Cialis garante 36 horas ( se houver estpimulo sexual). O Viagra, 12horas, e o Levitra, 10 horas, de acordo com Jovânio.
 
--------------------------------------------------------------------------------
 Precisa de receita, sim!
A venda sem receita de remédios para disfunção erétil nas farmácias é tão frequente que virou lugar-comum dizer que não precisa de receita. Mas, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), esses medicamentos são de tarja vermelha, o que implica receita.
– De uns três anos pra cá, esses remédios viraram uma febre, uma modinha mesmo. Você pode comprar em qualquer farmácia sem receita. Não há controle. Isso é um risco e uma prática errada – afirma a farmacêutica Carolina Junkes, presidente do Sindicato dos Farmacêuticos e assessora técnica do Conselho Regional de Farmácias.
A conclusão de um estudo publicado pela revista Saúde Pública, em 2008, sobre o uso recreativo dos remédios, priorizou a falta de controle na venda do remédio: “Um resultado de certa forma preocupante foi o fato de 100% dos usuários terem adquirido o medicamento sem receituário médico, indicando a ausência de diagnóstico para o consumo desses fármacos. Contudo, têm sido utilizados de forma inconsequente e em desacordo com os princípios do uso racional de medicamentos”.
Urologista em Florianópolis, com especialização em andrologia (a área que estuda a saúde sexual do homem) pela Escola Paulista de Medicina, Jovânio Fernandes Rosa defende um controle rígido na venda do remédio.
– Tem alguns rapazes que vem consultar só para ter a receita. Não sabem que, hoje em dia, é só chegar na farmácia e comprar – contou.
Carolina reforça que o papel do farmacêutico é essencial. É ele quem vai exigir a receita e orientar sobre o uso.
 
--------------------------------------------------------------------------------
 A opinião deles
Uma volta de cerca de uma hora pelo campus da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em Florianópolis, é suficiente para perceber que o uso de remédios para disfunção erétil sem indicação médica é conhecido e comum entre os jovens. Veja alguns comentários:
“Usei uma única vez e faz tempo. Mas eu não tenho nenhum problema de ereção. Usei por curiosidade. Eu estava numa festa com uma gatinha. Um amigo me sugeriu para dividirmos. Eu topei. Normal. Posso dizer que otimiza bastante, potencializa a ereção. E, ó, dá uma acelerada no coração. Mas hoje vejo que a turma está começando a usar bastante. Claro que eu não contei pra ela e acho que meu amigo também não. Eu acho que uns 80% usam só para se desinibir. Tenho a sensação que é para impressionar as meninas.”
Estudante, 28 anos, do Departamento de Odontologia.
“O pessoal costuma usar com uísque. Pra mim, o pessoal usa por medo. Sabe aquele medo de falhar na hora? Está com uma menina que não conhece muito bem, e depois fica pensando o que ela pode falar. Eu nunca usei. Mas não tenho preconceito. Usaria por curiosidade.”
Estudante, 21 anos, do departamento de Odontologia.
“Eu nunca tinha pensado sobre isso, nem ouvido falar. Mas, sei lá, talvez usaria por curiosidade.” João Paulo Fernandes, 20 anos, estudante de Jornalismo."
João Paulo Fernandes, 20 anos, estudante de Jornalismo
 

“Viagra não é uma bala qualquer”“...Ora, a possibilidade da broxada nos torna mais humanos, mais sensíveis, atentos…”
A frase acima foi retirada de um texto do colunista Xico Sá, para o jornal Folha de S.Paulo, numa crítica bem-humorada ao uso das pílulas por homens jovens. Segundo o urologista Jovânio Fernandes da Rosa, chegam próximo a 100% os casos de origem psicológica na dificuldade de ereção apresentada por pacientes com menos de 30 anos e que não têm os fatores de risco (diabetes, hipertensão ou algum tipo de cardiopatia).
– Viagra não é uma bala qualquer. Se não orientado médica e psicologicamente, sua dependência psicológica pode partir já do uso do primeiro comprimido. Na clínica, temos jovens que, aos 18 anos, já são dependentes dos potencializadores de ereção e não conseguem manter uma relação sexual satisfatória se não estiverem usando – afirma Marlon Mattedi, psicólogo, especialista em Sexualidade pela Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana e pela Fundação Sexpol, da Espanha.
Para Mattedi, as causas do uso estão associadas às dúvidas quanto à própria sexualidade:
– São jovens que não tiveram educação sexual, não conhecem o próprio corpo. Em geral, mantêm uma baixa autoestima, buscam no sexo a autoafirmação e projetam no Viagra a solução momentânea.
A educadora sexual e ginecologista Maria Inês Gasperini afirma que a prática tem origem em um contexto de sociedade que valoriza a performance excepcional, onde você tem que ser o melhor em tudo. Assim, a broxada passa a ser uma falha grave. Maria Inês chama a atenção para as relações sexuais antecipadas, antes de o casal ter afinidade, o que potencializa a insegurança masculina.
– São jovens e estão com os estímulos à flor da pele. Não precisam do remédio. Mas temos um problema grave. Ninguém sabe quais os efeitos colaterais do uso a longo prazo desses remédios. O mais antigo deles, o Viagra, só está no mercado há 11 anos. É pouco tempo para a medicina – afirma.
Jovânio explica que os efeitos colaterais comuns são transitórios e leves (veja no box acima). Há, no entanto, relatos de efeitos graves como priapismo (ereção ininterrupta e dolorosa que pode causar impotência) e queda da pressão arterial no uso associado ao álcool. Outros efeitos adversos considerados de maior gravidade estão relacionados à função cardíaca.
Os laboratórios ouvidos pela reportagem – Pfizer, Bayer, Elli Lilly e EMS – afirmaram que os remédios não foram testados em homens sem problemas de ereção e que são contra o uso sem indicação médica.

--------------------------------------------------------------------------------
Preste atenção
Efeitos colaterais comuns
- Dor de cabeça, rubor facial, corisa ou crise de rinite, gastrite, refluxo, dor de estômago, pressão baixa e visão embaçada
Indicação
- Pessoas acima de 50 anos (com recomendação médica), com doenças como diabetes, hipertensão e cardiopatias. Usuários de remédios para depressão ou humor e pessoas que passaram por cirurgia de próstata
  
Ereção facilitada. Será?
Quem já usou, mesmo sem ter impotência sexual, garante que há uma potencialização da ereção. Urologistas e psicólogos afirmam que o remédio facilita a ereção, mas que o efeito físico é muito sutil.
– O efeito é mais psicológico. Se usasse uma pílula de farinha teria o mesmo efeito – comenta Eduardo Lopes, secretário-geral da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU).
O urologista Jovânio Fernandes da Rosa explica que com o remédio pode acontecer a diminuição dos intervalos entre as ereções. Em casos mais raros, chega a não existir intervalo, com a pessoa ejaculando sem perder a ereção.
O terapeuta Marlon Mattedi afirma que é preciso orientar jovens e adultos que é mito a história de que o Viagra produz uma superereção ou orgasmos mais intensos.
– O que ocorrerá com os jovens saudáveis é apenas uma ereção parecida com a que seria produzida naturalmente pelo organismo – comenta o terapeuta.
Prova disso é um estudo divulgado em 2006 pela Organização Pan-americana de Saúde (OPA), instituição ligada à Organização Mundial de Saúde. Foram feitos testes com o sildenafil (similar ao Viagra) em 10 homens sadios, de 22 a 34 anos, e com parceira fixa. Eles receberam quatro cápsulas do remédio para usar em casa num período de duas semanas, uma hora antes da atividade sexual. Num segundo período de duas semanas, receberam quatro idênticas pílulas de placebo. Os efeitos encontrados foram muito pequenos, não atingindo significância estatística. O estudo concluiu que em indivíduos jovens e sadios, o remédio não muda significativamente o desempenho sexual.
 
Um mercado acirrado e em expansão
Desde a quebra da patente do Viagra, em 20 de junho de 2010, o mercado de medicamentos para disfunção erétil vive uma concorrência acirrada e um crescimento fora do comum.
De acordo com dados da auditoria IMS Health, a venda de caixas do remédio cresceu 141,72% entre agosto de 2010 até julho de 2011. Em março deste ano, o Sildenafila, genérico do Viagra, ultrapassou a marca de 1 milhão de unidades vendidas num único mês (veja os dados no gráfico abaixo).
Não à toa, a indústria farmacêutica mira no setor. O Cialis, líder de vendas do mercado depois de 2006, até a entrada do genérico, é o medicamento mais vendido do laboratório Eli Lilly, e a perspectiva é que continue assim nos próximos anos, segundo informou a assessoria de imprensa do laboratório. No segundo semestre de 2010, a empresa lançou o Cialis Diário, único medicamento voltado ao uso contínuo.
Mesmo com a quebra da patente, o Viagra teve crescimento de vendas. De acordo com o laboratório Pfizer, fabricante do remédio, entre janeiro e dezembro de 2010, foram comercializadas 7,4 milhões de pílulas. Já em 2009, também entre janeiro e dezembro, o número de comprimidos vendidos foi de 6,9 milhões, ou seja, houve um crescimento de 6,7%. O Viagra foi o líder no setor entre 2001 e 2006.
– O mercado brasileiro de medicamentos para disfunção erétil (DE) é bastante concorrido e em ascensão. Com a entrada dos genéricos do Viagra (Sildenafila), o mercado dobrou de 19,5 milhões de pílulas vendidas, em abril de 2010, para 40,5 milhões de comprimidos em abril de 2011 – afirma Adilson Montaneira, diretor da Unidade de Negócios e Produtos Estabelecidos da Pfizer Brasil.
 --------------------------------------------------------------------------------
A opinião delas
No Facebook do Donna e também em um mural no nosso site, as mulheres se manifestaram sobre o tema. Leia dois depoimentos.
"A sociedade deveria debater o porquê da insegurança masculina. Por aí vai a forma como mulheres e homens se comportam hoje. Claro, temos a parcela que usa por curiosidade, mas a maioria é por insegurança. Acredito que não somente dos homens, porque as mulheres estão cada dia mais preocupadas com o corpo, com as técnicas de sedução, o que leva o ser humano a tentar melhorar o desempenho, e não só no campo sexual."
Sonia Silva, de Florianópolis
"É muito relativo. Às vezes, o homem fica nervoso demais com o que a mulher vai achar e acaba não rolando. Uma segunda chance talvez seja necessária. Eu não desistiria porque ele broxou. Com certeza, é uma preocupação da parte deles. Mesmo você sendo compreensiva, que homem se imagina deixando na mão uma mulher que ele tanto quis? E o maior medo é o que você vai pensar e falar para amigas, e se os amigos deles souberem."
Scheyla Jaqueline, de Florianópolis

Pílulas

 Nunca dependa dos remédios. E quanto mais jovem você for,maior será o risco de a dependência estimular sua insegurança
 Intercale o uso do remédio onde sinta a segurança e o privilégio de uma boa relação sexual
 Escolha a marca e a quantidade que se adapte a você


• Não arrisque. 
Procure um médico


Viagra

pilulas-de-viagra

O que é?

Viagra é também conhecido como sildenafil, citrato de cildenafil ou a pílula azul. Existem muitas outras drogas para ereção como o Viagra, como a Cialis e Levitra. “Viagra genérico” é uma versão quase idêntica mas não é vendida por uma marca conhecida. Uma versão genérica bem conhecida é o Kamagra. As informações aqui são válidas para o Viagra e outras drogas para ereção. As pílulas funcionam aumentando o fluxo de sangue para o pau, possibilitando uma ereção mais forte e duradoura. Os efeitos duram cerca de 4 horas. Cialis tende a durar mais (até 1 ou 2 dias para alguns homens).

Tomando Viagra

Uma pílula (ou metade) é engolida cerca de meia hora antes do sexo. Viagra, etc, não funciona se você fez uma refeição grande ou tomou bebida alcoólica. Uma dose maior geralmente não significa ereções melhores, apenas mais efeitos colaterais. Não se deve tomar mais de uma dose dentro de 24 horas.

Altos e baixos

Viagra oferece uma mãozinha para muitos homens com problemas de ereção, seja a causa física ou mais da cabeça. Homens sem problemas reais de ereção usam a droga também, para incrementar a performance sexual, especialmente quando está usando substâncias que dificultam a ereção. Efeitos colaterais podem ser nariz entupido, dor de cabeça, cara e peitos vermelhos, desconforto estomacal ou breves distúrbios de visão. Eles acontecem menos se você é ansioso ou sua dificuldade de ereção possui uma causa física (diabetes, circulação ou problemas na próstata). Raros efeitos colaterais incluem cegueira, derrame, ataque cardíaco ou morte. Mas estes acometem mais homens mais velhos ou que apresentam problemas de saúde, especialmente se eles já usam remédios a base de nitrato para o coração.pilula-de-viagra

Sexo com Viagra

Remédios para ereção não te deixam com tesão ou causam a ereção instantânea. Eles apenas começam a funcionar depois que você ficar excitado. Alguns homens dizem que as ereções são com menos prazer e que gozar é mais difícil. Mas com alguns remédios como Viagra, depois de gozar, eles podem ter outra ereção rapidamente.

Viagra com outras drogas

Coquetel anti-HIV – Inibidores de protease aumentam os níveis do remédio para ereção no corpo, então uma menor dose de Viagra, etc é geralmente o necessário. Consulte seu médico.
Poppers – alguns fabricantes de remédios para ereção colocam aviso contra o uso deles com poppers, já que ambos reduzem a pressão sangüínea. Poppers são nitritos. Drogas similares (nitratos) são tomadas por pessoas com problemas do coração. Tomando Viagra, etc, junto com nitratos tem matado pessoas por causar uma queda fatal na pressão sangüínea. Então, para ficar seguro, precaução é recomendada com poppers (nitritos) também.
Ecstasy – Viagra e E juntos (chamado ‘sextasy’) pode forçar o coração e há casos de ereção que não acaba. Uma ereção durando mais de 4 horas pode estragar o pau. Procure orientação médica imediatamente.
Cocaínacristal meta e speed (ou substâncias que podem ter speed dentro, como pílulas de ecstasy) – Tomados juntos com Viagra aumentam a pressão no coração

É bom saber

Pílulas vendidas pela internet podem ser falsas. Confira com um médico antes de tomar pílulas para ereção, principalmente se você está em um dos grupos de homens mais propícios a ter reações perigosas. Estes homens são:
  • Mais velhos
  • Obesos
  • Que estão sendo tratados de problemas do coração (principalmente com remédios a base de nitrato)
  • Tem pressão sangüínea anormal (e;ou estão tomando bloqueadorea alfa para isto)
  • Estão tomando coquetel anti-HIV (inibidores de protease)
  • Tiveram derrame ou ataque cardíaco
  • Tem glaucoma (pressão alta no olho) ou diabetes

A lei

Geralmente você só consegue comprar remédios do tipo Viagra com uma prescrição médica, mas falsificações podem ser compradas sem pela internet ou por traficantes.
A posse de remédio sem receita não é ilegal mas pessoas podem ser processadas por vender pílulas sem prescrição.

Mais informações

Problemas com ereções podem ter causas físicas, mas podem ser ansiedade, falta de testosterona (problema para alguns homens com HIV), cansaço, tédio sexual, álcool, drogas e alguns remédios, incluindo drogas anti-HIV ou depressão.

310 comentários sobre Viagra

  • 101
    Pietro disse:
    Sou casado e me masturbo umas 3 vezes por dia. Minha ereção fica fraca com minha mulher isso esta relacionado a muita masturbação? Pode ser a questão de eu ficar acostumado com uma coisa e falhar na outra?
    • 101.1
      miriam disse:
      Bom, boa tarde, olha porque você casou? Você acha que sua mulher é o que? Não tem vergonha nem respeito pela companheira, que suporta você. Se gostava mais da mão do que de mulher porque não continuou só, sem prejucar sua esposa.
      • 101.1.1
        Nelson disse:
        Mirian, veja bem. O que gera um casamento é o compromisso de carinho e respeito entre o casal. Se fosse proibido para cada HOMEM ou cada MULHER, se tocar quando lhe aprouver,o índice de casamentos ia cair mais de 90%, isso é óbvio, Com todo respeito as moças mais puritanas.
        • 101.1.1.1
          daiane disse:
          Pietro se você ama a sua esposa procure ajuda,converse com ela, as mesmas necessidades de um homem a mulher também tem,deixe a rotina de casa e vai para um motel.Muitas vezes um local diferente aumenta os animos.
    • 101.2
      TINA disse:
      Todos as pesoas que teem a necessidade d se masturbarem tantas vezes ao dia, são tarados sexuais.
      Deveriam ir a um Um bom Psiquiatra e tomar medicação.

      Não veem que isso não é normal?
    • 101.3
      Victor disse:
      Pietro,
      O problema deve ser sua mulher. Eu sou um punheteiro tb e quando chego em casa a noite, ainda como gostoso o meu namorado. Com Viagra, jah cheguei a gozar 7 vezes numa noite.
      • 101.3.1
        daiane disse:
        Há mais no seu caso é diferente, você entende como é uma mulher na verdade. Quando nos colocamos no papel de mulher tudo fica mais gostoso.
    • 101.4
      claudio disse:
      Vc ta louco moço, bate 3 e ainda que da conta da mulher rsrsrs…mulher de mão num ta com nada…
    • 101.5
      Jorge disse:
      Também adoro masturbação e no sexo a dois sempre sinto dificuldades da ereção ou estímulo depis que fiquei mais velho. No seu caso, se é ainda novo de idade, pode ser que a fantasia da masturbação seja primordial a suas relações a dois, pode ser um bissexdualismo oculto e rejeitado, ou seja, com mulher fica mais difícil e se for com outro homem excita mais (mas terá que fazer tal experiência vencendo o machismo), pode ser cabeça, trauma, essas coisas que vivem dentro da mente do homem até sem ele perceber. Aconselho a fazer a experiência de não se masturbar por semans e depois ter a relação. Se não funcionar, estude então se é portador de uma das causas acima e isso parceiro, somente você poderá resolver ou vai se encher de remédios e simpatias sem ver funcionar sem resultados.
      Boa sorte.

    • 101.6
      Marcia disse:
      Para vc se masturbar tem que fantasiar, não vai fazer isso ouvindo um hino de igreja. Obviamente que vc não pensa na sua esposa, porque se não esperaria para fazer sexo com ela.
      • 101.6.1
        Souza disse:
        Perfeito seu comentário, voce certamente é uma mulher maravilhosa.
        • 101.6.1.1
          Marcia disse:
          Muito obrigada!
          Tento fazer o meu melhor. Sou impulsiva e guardo mágoas, as vezes planejo vinganças que nunca se concretizam, esse é o sentido do ditado “vingança é uma prato que se come frio”. Porque você espera esfriar e tem que depois perdoar. Acho que temos que pensar um pouco mais com a razão, esquecer um pouco os instintos. Tudo de bom pra você.
      • 101.6.2
        Paulo disse:
        olha linda quando vc der uma banana pro cara me procura pois vou fazer vc muito feliz
        ta vc vi ter orgasmos multiplus com todo carinho prometo

        • 101.6.2.1
          Marcia disse:
          Ô! colega, Já tive muitos orgasmos (graças a Deus) mas seu eu me separar, vai demorar pra eu arrumar outra pessoa (gato escaldado tem demo de água fria). e eu não curto masturbação. Obrigada pela solidariedade, ehehehehehe
    • 101.7
      Filipe disse:
      Então, acho que a discussão descambou para um lado que não se coaduna na sua resposta. Sinceramente não vejo problema algum em acontecer o que você disse. Mas isso tudo aí é coisa da sua cabeça. O grande problema de uma relação é saber se está agradando, faça como a Marta Suplici, Relaxa e goza!
    • 101.8
      Brenda disse:
      Pietro, eu e meu namorado fazemos 1 vez na semana, e dura 3 a 4 horas, isso pq a gente evita a masturbação, e quando xega o dia temos muitos hormônios pra queimar, por isso dura tempo, e só p ele gozar demora uns 40 minutos.
      Diminua um poko a masturbação.

    • 101.9
      Pedro disse:
      irmão procura o boston medical institute, eles devem te ajudar, cara passei pelo mesmo com minha mulher, recentemente descobri que ela havia me traído com um garoto de 16 anos, ela tem 28 anos e eu 36, hoje estamos separados, pois não suportei a idéia de ter sido traído, por mais q eu tenha errado, irmão cuida porque derrepente vc pode passar pelo mesmo probllema meu e acredite cara é muito ruin, qualquer coisa me manda uma mensagem, estou a sua disposição para maiores esclarecimentos.
  • 102
    vicente de Paulo disse:
    Tenho ejeculação precose qual a mg posso usar do viagra
  • 103
    sandrinha disse:
    acho que meu namorado tomou ele gozou continuo de pau duro e depois comecou ir ao banheiro demorou para fazer xixi quero saber se e a reaçao do remedio o pau dele não abachava mesmo depois de gozar e muito estranho ele ficou estranho suando parecia estar c/ dor
    • 103.1
      Que Droga disse:
      Isso depende. Tem homens que continuam com o pau duro por um longo tempo depois de gozar. Se foi a primeira vez que isso aconteceu com ele, então pode ter sido viagra sim.
      • 103.1.1
        cesaltina disse:
        GostaVA DE SABER SE UM HOMEM que não tem potencia sexual, sofre da protata e vai tomar viagra para satisfazer uma mulher, se isso não é casa de morte?
        Esse senhor que que conheço que tem esses problemas, vê-se bem que esá a dar o badagaio, uma cara de quem está a morrer, não se pode levanter nem andar
        Isto não é a morte que está a chegar?

    • 103.2
      sueli disse:
      sandrinha, aconteceu comigo tambem, ficamos umas duas horas sem o pau dele baixar, os olhos dele estavam vermelhos, e eu achei muito estranho. não consigo tirar este fato da minha cabeça
  • 104
    costa disse:
    tenho,uma vida sexual ativa sou casado.mas tambem saio com outras,tenho boa ereção mais utimamente ando tendo orgasmos rapidos estou preocupado.sai com uma gata de 25anos,fiz as preliminares com muito tesão,parti p/penetação só foram+-5minutos.ela não ficou muito satisfeita e agora ? me ajuda!eu,tenho 31 anos.
    • 104.1
      flavia oliveira disse:
      bem feito quem manda ser traidor,tomara que seu pau nunca mais suba
    • 104.2
      Tina disse:
      Vou rezar pra vc ficar sem ter ereção seu traidor, falso e mentiroso
    • 104.3
      bernada disse:
      aqui se faz, aqui se paga!
      fica traindo sua mulher, depois quando o seu pau nao der conta de mais nada, vc vai correr atraz de quem para fazer sexo?
      so quem vai aguentar vc é sua mulher, e se aguentar! pq as gatinhas que vc pega n vao querer saber de ti. nao sei como vc consegui dormir em paz sendo um traidor.

    • 104.4
      Marcia disse:
      Tomara mesmo que alem do seu pau nunca mais levantar a sua mulher descubra um cara bem legal que de valor pra ela e te coloque um galho bem grande, mas todo mundo tem que saber se não, não tem graça.
    • 104.5
      José Rezende disse:
      Costa você é um tremendo babaca tu deveria valorizar mais a tua mulher e deixar de ser úrubu vai por aí comendo qualquer coisa, tu merece é um chifre bem grande, vai ver tu é corno e nem sabe otário, tú tem mais é que brochar mesmo seu tôuro, todo homem casado que fica por ai atrás de mulher, deveria ser côrno para aprender a valorizar a sua mulher. fui.
  • 105
    Anonimo disse:
    tenho voltade de tomar … não porque tenho problema , mas porque tenho curiosidade de saber se é bom… isso teria problemas com minha saude?
    • 105.1
      flavia oliveira disse:
      nao tome medicamentos se vc nao precisa, isso pode deixar vc impotente quando vc estiver mais velho
      • 105.1.1
        Carlos Campos disse:
        Desculpe cara Flavia, mas se continuar a desejar isso ao colega, todos os homens estarão na mesma situação, pois não existe um na face da Terra que não trai…mesmo aqueles que se dizem felizes, não adianta, homem é homem (sem machismo) e sempre vai ter uma rabo de saia. abs
  • 106
    Paulo Stockler disse:
    Olá,
    Gostei muito das informações.
    Achei bastante educativo, pois mostra os dois lados das drogas, os efeitos desejáveis, os riscos à saúde, os cuidados que os usuários devem tomar ao fazer uso delas, os depoimentos dos participantes, os perigos das misturas de drogas e principalmente o possível risco de maior vulnerabilidade para as DST Aids que devemos ficar atentos. Parabéns!

  • 107
    marcelo disse:
    estou no desespero tenho 54 anos e agora descobri q sou portador da merda hiv me ajuda não sei o q faso por favor da me uma ideia para q eu posa ter uma vida saldaver obrigado
    • 107.1
      Que Droga disse:
      Olá Marcelo.
      Portadores do HIV podem ter uma vida normal e saudável por vários anos. Mas é preciso monitorar a carga viral e iniciar urgentemente um tratamento adequado para controlar o vírus, para que ele não cause a Aids.

  • 108
    oton lotte disse:
    Tenho 82 anos, tenho ereção média mas não consigo sustentar.Posso tomar viagra, qual a dosagem/ Minha cardiologista diz que sim.
    Mas há 10 anos tive derrame e venho me tratando com a mesma uma vez por mes.
    preciso de uma resposta.

  • 109
    Marcelo disse:
    Ola gostaria de saber, quem é portador do virus HIV e usa medicamentos(coquetel), pode tomar viagra ?
  • 110
    rafael disse:
    Olha Eu Tenho Apenas 16 anos, quando eu bebo uma cerveja eu faço sexo muito bem com mulheres , mais quando estou sem alcol no sangue eu nao consigo fazer sexo, e quando estou beijando a menina meu penis fica duro e goza sem fazer nada , preçiso de ajuda ?
    • 110.1
      Que Droga disse:
      Na sua idade a ejaculação precoce é mais comum, causada pela excitação e tensão do momento. O álcool está funcionando como um tranquilizante para você. Mas fique tranquilo que geralmente este problema passa com o tempo, basta ficar tranquilo e aproveitar.
  • 111
    caca disse:
    tomo pramil e perigo ,quais os problemas que calsa?
  • 112
    André disse:
    Olá tenho 31 anos no momento não estou conseguindo ereção e quando consigo demoro a ejacular tem alguma coisa de errado comigo?
  • 113
    Thiago Souto disse:
    Prezados, tenho 42 anos e sou casado. Tenho algumas amantes e de um tempo para cá estou tendo dificuldades de manter uma relação sexual por mais de 10 minutos de penetração, acho que é porque comecei a tomar anlodipino para pressão alta. Passei a tomar sildenafila (50mg viagra), e resolvi todos os meus problemas sexuais. Mas quando eu tomo tenho vermelhidão nos olhos(hiperemia), entupimento do nariz e rubor facial. Será que eu posso continuar tomando este medicamento? Quando tomo 25 mg isso não acontece.
    Beijos e viva o sexo, no mínimo duas vezes ao dia.

    • 113.1
      Que Droga disse:
      A dose de medicamentos precisa ser administrada de acordo com os efeitos que causa em cada paciente. Consulte seu médico, mas já dá pra saber que se 50 te causa estes efeitos, deve usar 25. Ou talvez experimentar outra variedade como o Cialis.
  • 114
    Ricardo disse:
    boa noite pessoal, nunca fiquei muito tempo com uma mulher, nunca fui de namorar serio, mas agora to namorando vai fazer 7 meses, no começo minha relação sexual com ela era das melhores, mas ultimamente está terrivel, ela é linda e talz, quando estamos namorando a ereção acontece normal, mas quando menos espero meu penis cai, tomei o citrato de sildenafila, mas foi mesmo que nada, isso nunca aconteceu comigo, meu psicológico está muito abalado, o que posso fazer ? tenho 22 anos =/
    • 114.1
      Marcia disse:
      Ricardo, tenho 49 anos (os amigos dizem que pareço ter 39 anos ehehehe) então um conselho: Se vc se masturba não faça mais isso (pelo menos enquanto tem parceira) porque o cérebro entende que vc já esta satisfeito, outra coisa é o excesso de estimulo, o apelo sexual o hoje me dia é muito grande, é como se vc comesse picanha todo dia e de repente quizesse salada de alface. vc é jovem demais pra tomar remédio e outra coisa pra mulher o importante não é quantidade e sim qualidade, então fazer um sexo legal, com carinho uma vez por semana ou de quinze em quinze dias é melhor que ter uma cara te cutucando e não dar em nada. Vai no cinema, teatro, jantar fora, sei lá invente planeje. Não pense que ficar no site biscatinha.com, brasileirinhas.com vai te deixar com mais tesão, deixe a coisa acontecer na hora. boa sorte.
  • 115
    Tina disse:
    Sim, gostei muito, bem informativo.
  • 116
    Roberto disse:
    Ola meu namorado tem o penis muito grande! Oq faco? Libero? E depois? Consigo segurar as fezes?
    • 116.1
      Que Droga disse:
      Não existe relação entre sexo anal e a eficiência do esfíncter. O ânus possui músculos bem fortes, que se relaxam toda vez que defecamos, e se eles estiverem relaxados também na hora do sexo, não tem problema.
  • 117
    Fernando disse:
    Gozo rapido demais coisa de uns 2 a 4 minutos, posso tomar para satisfazer minha parceira?
  • 118
    Ana Maria disse:
    Lendo todos esses comentários, fiquei aqui me perguntando, o que leva um homem casado a se masturbar várias vezes ao dia. Será que o problema é a mulher? Isso me intriga muito, porque o meu marido faz o mesmo. Ele sempre se masturbou, mesmo no inicio do nosso casamento, quando ainda era novo, agora piorou, porque se aposentou e quando não está em casa vendo filmes pornôs(com sexo anal) e se masturbando, vai pra rua comer mulher vagabunda, falo vagabunda, pq essas criaturas se permitem transar com um cara de 55 anos, velho, barrigudo e gordo, dentro do carro. Ele não tem coragem de gastar com motel. Eu faço que nem estou sabendo, mas tenho tanto nojo, que nunca mais permiti que ele me tocasse. Porque mesmo quando eu desconhecia esse fato, ele nunca teve muito gás pra mim, era devagar para se animar sexualmente, e rápido demais para gozar, tão rápido que as preliminares eram pra ser feitas nele, apenas nele porque em mim, não dava tempo e por isso sempre me deixava a ver navio. Antes eu nada falava pq achava que era próprio da natureza dele, mas depois que eu soube das suas canalhices, entendi que, quando agente transava, para ele era apenas a tarefa diária, a lição de casa. Ele gastava a água da mangueira dele, apagando o incêndio das vagabas da rua , e quando chegava em casa, não tinha mais água pra mim.Eu aguentei tudo isso por muitos anos, sem reclamar e muito menos, sem traí-lo, o amava e o respeitava tanto, que não sentia necessidade de transar com ninguém. Hoje, vivo com ele, por opção.
    Mas que ele é um Merda, ele é. Continuo não o traindo, porque tenho princípios, pois já que ele me dá uma vida materialmente boa, procuro não pensar em sexo, e assim vou vivendo minha vida, nada feliz.

    • 118.1
      Paulo disse:
      Que isso,vc me parece ser uma mlher muito inteligente e vai ficar vejetando a não vai pra vida transar gostoso gosar ate desmaiar,TREPAR A NOITE TODA QUE BOBAGEM VAMOS MULHER VC NASCEU PRA SER PENETRADA SE SEU MARIDO NÃO VAI VAI VC BJS GOSTOSA
  • 119
    Claudio disse:
    Olá tenho 20 anos, não tenho namorada só pego as meminas ,mas quando faço sexo demoro muito de gosar e acabo nem gosando, pensei em tomar citrato de sidenafil, pois acho que vou ter mais orgasmo. será que posso tomar uma metade do comprido de 50g que é igual a (25g)?? presiso dessa resposta
    quando bato punh. tbm é a mesma coisa

  • 120
    Juninho disse:
    o pramil (comprimido verde similar vendido ilegalmente na internet) tem tem os mesmos efeitos positivos e negatidos do viagra azul original?
    • 120.1
      Paulo disse:
      Não se arrique a comprar medicamento falso: voce pode correr risco de vida. Compre o genérico (citrato de sildanefila) ou similar oferecido por diversos laboratórios reconhecidos (videnfil, dejavu, ah-zul, sollevare, etc..). O valor é bem inferior ao viagra da Pfizer e tem ótima qualidade.
  • 121
    pergunta disse:
    ola tenho 30 anos so virgem eu minha noiva vamos nos casar fim de ano. mas quando estou beijando ela ela fica molhadinha eu pau duro acho que não preciso de remedio ne ..
  • 122
    luisa melina disse:
    amiga ana maria vc é uma mulher corajosa. fica com um homem só por questão material, Deus me livre, axo que não aguenteria não. sou super ciumenta e se eu tivesse no seu caso, se nao pudesse pular fora, ia galhar ele direto. ah ta não, se ele pode pq eu nao?
    viveriamos felizes para sempre..rssrrs

  • 123
    tailiny garcia disse:
    eu to amigada com meu perceiro a 1 ano e meio , temos dois filhos e ele sofre de ejaculação precose. ultimamente para apimentar a relação resolveu fumar basta basica de cocaina antes de fazermos sexo. o negocio que ele me diz ser muito prazeroso pra ele, q o gozo sai muito intenso e tal, que ele se solta bastante com a droga, consegue até fazer felação em mim, coisa q ele detesta se estiver sem a droga. mais para mim não mudou nada. o sexo continua rapido, poucas vezes seinto um minimo de prazer, gozar q é bom nada.
    tive a ideia de pedir pra usarmos o viagra. o bonitinho inventou de usar o mesmo junto com a pasta, o resultado: só ele goza. o pau amolece logo assim q é consumado o ato.
    putz, o que eu faço? estou muito descontente com ele, as atitudes machistas , ja cheguei a xorar com nosso filho no colo pedindo pra ele nao usar a pasta, mais q nada, ele nem liga e não consegue transar comigo se não tiver a gloriosa. será q o problema sou eu??
    as vezes me da vontade de cair fora dessa relação, mais meus filhos vão sofrer pela falta dele. e assim vou me conformando. me ajudem.

    • 123.1
      Que Droga disse:
      O sexo deve ser uma relação prazeirosa para os dois. Se não está satisfeita, diga isso, e não se submeta ao que não está a fim de fazer. Um problema com a cocaína é que ela altera muito o humor e condiciona a pessoa a usar novamente para ter o mesmo efeito. E como notou, ela não resolve o problema de ejaculação precoce. Para ele largar este uso será necessário uma boa força de vontade. E que tal substituir isto por produtos que combatam a ejaculação precoce?
  • 124
    John disse:
    Olá, tenho 22 anos e me masturbo com muita frequencia, muitas vezes fazendo sexo virtual com garotas na internet. Quando faço isso geralmente fico muito excitado e tenho uma ereção normal. Acontece que quando estou com uma garota na vida real frequentemente tenho dificuldade de ter ereção, muitas vezes eu fico por vários minutos nas preliminares e não tenho nenhuma ereção. Sei que o problema é psicológico, mas tenho dificuldades de resolver ele porque geralmente eu não fico nervoso durante a relação, apenas não tenho a ereção como ela deveria acontecer. É recomendável tomar alguma coisa?
    Tem algum problema tomar viagra com bebida alcoólica?

  • 125
    Fernando disse:
    Olá tem 20 anos e sou virgem “ainda”… tive a oportunide de perde minha virgindade com uma garota muta linda, muito gente fina tdos os homens daria tdo p/ fika com ela… tva tdo certo tdo numa boa + na hora H meu penis não endureçeu!! fiz de tdo mais naum levantou! depois q se vestimos qe ja estavamos de boa meu penis fika tda hra duro! naum consegui entende! algumas dicas p/ vcs tentarem me ajudar: o qarto era muito qente, tinha gente na ksa e ela muito experiente…
    o que aconteçeu? pq naum levantou? da proxima sera qe vai?
    abraços me responde o + breve possivel!

    • 125.1
      Que Droga disse:
      Você ficou tenso. Primeiro porque colocou muita expectativas, talvez porque você acha a garota ‘muita areia pro seu caminhão’. Segundo, porque estava num local tenso, quente, com pessoas na casa, podia chegar alguem e bater na porta, etc, o que atrapalha a tranquilidade necessária. Da próxima vez, tente em um lugar onde se sinta seguro e confortável. Depois, lembre-se que sexo é prazer pra os dois, e não uma competição por performance.
  • 126
    jakon disse:
    vitor vc e um grande mentiroso ninguen goza 7 veses nen em 2 dias
    • 126.1
      Alexandre disse:
      Jakon, goza sim meu caro…voc~e é que não consegue… a única diferença eé que a quantidade de sêmen diminui… só isso.
  • 127
    jakon disse:
    john eu sugiro q vc pare com a masturbaçao acho q ela atrapalha eu tbm fasia isso eacontecia como vc falou eu agho q masturbaçao e fantasia e concluo q so atrapalha outra coisa viagra nessa idade e desacomselhavel e perigoso caso nao tenha informaçao do medicamento fassa o seguinte . fique uns 10 ou 15 dias sem masturbar e leve a fulana pra cama tome um banho frio sinta-se superior concentre-se so nelafassa uma preliminar gostosa duns 10 ou 15 minutos relaxe bempasse alingua de leve nos seios nas coxas na vagima tambem beije a boca delaem fim explore bem o corpo dela com alingua e com as maoscertamente vc vai melhorar espero ter te ajudaddado um ABRAÇO
  • 128
    Douglas disse:
    ultimamente estou gozando mt rapido nao sei pq, agora penso em toma viagra se eu tomar.. dps q eu gozar meu pau vai continuar duro ? e por qto tempo ?
  • 129
    David disse:
    Olha sou gay, tenho um parceiro e blz, mas to afim de ter uma relação sexual com uma mulher, porém não tenho ereção com mulheres (logico sou gay) mas to afim de comer uma pra ver como eh…sera q tomando um remedinho destes o pau sobe?
    • 129.1
      Que Droga disse:
      Para que remédios como o Viagra funcionem é preciso ter o desejo sexual e excitação. Se você não sente nada nada com mulheres, nem consegue fantasiar, talves não dê efeito.
  • 130
    jakon disse:
    caro johon na minha opiniao vc deve deixar de masturba acho q isso e uma fantasia q so atrapalha isso q vc disse acontecia comigo tbm se vc nao tiver nehun problema de saude pode experimentar tomar meio comprimido de viagra tem o generico sem bebida alcoolica mas na tua idade e totalmente desaconselhavel fassa o seguinte fique ums 10 ou 15 dias sem masturbaçao leve a tal pra cama tome um banho frio relaxe bem fa ssa uma preliminar duns 10 minutos explore bem o corpo dela com as maos e a lingua sita -se superior a elafique bem a vontade certamente vc vai melhorar espero ter ajudado vc um abraço
  • 131
    Geraldo disse:
    Obrigado pelas informaçôes.
    Para todas foram muito útil e bem orientados.Eu tenho o mesmo problema que li anterior e foi muito instrutivos,ex, masturbo quase todos os dias mas na hora de fazer sexo com mulher falha.
    Lendo as iformaçôes acima deparei com o mesmo problema meu.Posso corrigi-lo agora.
    não masturbando uns treis ou 4 dias antes do sexo.Fui muito bem orientado .
    Grato MESSSSSMO.

  • 132
    jakon disse:
    geraldo e isso dai trocando informaçoes muitas veses e que a gente soluciona os problemas eu tambem ja tive informaçoes proveitosas tudo de bom pra vc bote pra derreter com as mulheres elas GOOOOOSTAN E GOOOSAM um abraço
  • 133
    jakon disse:
    flavia tina e marcia nao concordo com a praga q voces rogaram para os colegas mas concordo com o ponto de vista da marcia ocara q procura outra fora de casa e porque a dele esta sobrando e quando menos espra vira corno acho bom pra esses caras o homen q quer viver para + do q uma mulher entao permaneça solteiro igual eu as veses ando pegando mulher casada por ai os traidores q se cuiden as esposas se vingam
  • 134
    jakon disse:
    ana maria se vingue coloque na cabeça dele aquilo q o boi tem vc sabe o que eele vai esperniar mas logo acostuma
    • 134.1
      marcia disse:
      Ana Maria, Penso totalmente o contrário do Sr. Jakon, não se vingue, porque você vai ser usada por outro homem.
  • 135
    Tânia disse:
    Meu marido tem redução da tostetorona, com 54 anos de idade, é hipertenso, obeso, a dejavu 50mg pode acentuar esses problemas.
    Dejavu é perigoso com a ingestão de cerveja? Tem alguma contra indicaão?
    Tenho muito medo de um infarto ou derrame, pois ele toma cordorex, remédio para pressão

    • 135.1
      Que Droga disse:
      O ideal seria ele perguntar isto para o cardiologista, levando a bula do remédio para ele analisar.
    • 135.2
      PAULÃO disse:
      Tania todo problema com o casal deve ser conversado junto . por exemplo eu estou com um problema de ereção e não sou infiel tive poucas namoradas não sou de balada procuro manter principios e amo muito a minha esposa . . estamos conversando pra encontrarmos a melhor saida o médico me receitou o dejavú más estou evitando o máximo de usalo pois estamos sempre conversando e vamos com certeza melhorar a situação faça o mesmo talves ele te diga algo que o ajudaria talves uma caricia diferente sei lá boa sorte ….nunca traia poruqe isso naõ resolve
  • 136
    Kaio Felipe disse:
    Boa Tarde, tenho apenas 16 anos e namoro à distância, então devido à ansiedade, quando eu e a minha namorada vamos fazer sexo, eu não consigo ficar ereto. O Viagra é recomendado ? tenho sintomas de depressão, e isso causa ansiedade, porém eu sou obsecado por ela, e quando eu tô sózinho, eu me masturbo normalmente pensando nela. me ajuda, o que eu faço ?
    • 136.1
      Que Droga disse:
      Seu caso parece ser puramente psicológico, devido ao nervosismo, tensão, expectativas, etc. Você não tem nenhum problema de ereção, já que consegue se masturbar normalmente, com menos estímulos que ter uma mulher pelada ao seu lado. Portanto o que você precisa é reduzir esta ansiedade no momento que está com ela. Tente distrair um pouco, ter uma longa noite, fazer longas preliminares, começando de roupa mesmo, sem pressa, e o resto vem naturalmente. A penetração é apenas uma das partes da transa, e nem sempre é preciso penetração para fazer sexo.
    • 136.2
      Alexandre disse:
      Kaio, você precisa relaxar, porque não precisa de Viagra…
  • 137
    Marcos disse:
    Tenho 33 anos, ja tenho um filho de 11 anos. Não estou conseguindo ter ereção com minha namorada quando tiramos a roupa. As preliminares com roupas são quentes e quando iniciamos retirá-las meu pau não fica duro ai eu perco o tesão. Tomei um viagra para testar com bebi muita cerveja. Não vi resultado. Só quando cheguei em casa que meu coração acelerou. o que pode estar acontecendo comigo? Será que sou gay? Ajudam-me. Estou ficando louco…
    • 137.1
      RAFAEL disse:
      ola marcos, nao tem nada haver uq vc sente com gay, se vc ta com dificuldades de ereçao, procure um medico pra ele te indicar a medida exata pra vc tomar algum estimulante ou algum tipo de viagra, e mesmo que seu pau nao levante, nao significa que vc é gay, gay é quando vc nao tem tesao por mulher, faça um teste, veja um video de algum casal gay transando, se vc ver e ficar com o pau duro, aí da pra duvidar, mas se nao, é so problema de ereçao mesmo, nem ligue
  • 138
    achi-ken-jp disse:
    ola tenho 27 anos estou ha 5 anos com minha mulher ela te 28 nao sei mais o que faser minha mulher tem preguisa pra faser sexo sempre indisposta e quando fasemos e papai e mamae ate outras posicoes ela nao tem animo ja falei pra ela pra ela procurar um medio tomar remidio fiz ate ela sai do trampo e ficar so em casa pra ver se fica mais dispostar e nao adiantou por mes temos no maximo 2 trasa de 5 a 15 minutos quando ela gosa tenho que gozar junto pra nao ficar na mao,depois que ela goza ja nao quer mais continuar, ja nao sei o que faser pois isso ta me fasendo mal antes eu vivia de pau duro perto dela e depois que ela comecou esfriar comecou me afetar pois to tendo mais tesao como antes, sera que devo arrumar uma amante pra preencher minhas carecias, as veses penso que esse comportamento dela e porque ela quer retornar ao brasil nao sei o que faco me ajudem
  • 139
    jakon disse:
    MARCOS em primeiro lugar nao pense q vc e gay viagra na tua idade e desaconselhavel mas pesquise e se informe sobre o medicamento se vc nao tiver nuhum problema de coracao rim figado nao estiver tomando remedio controlado ou droga vc ate pode um comprimido de 50 mg quebrar no meio e tomar so a metade com + ou – 200 ml de agua sem nada de bebida alcoolica e em jejumou uma refeiçao leve relaxe bem nao fique nervoso nen preocupado consentre-se naquilo q vc vai fazer essa terapia pode ajudar vc um abraço
  • 140
    lau disse:
    meu marido toma viagra so nao adimente toma as escondidas ele tem sitomas de olhos vermelhose traspira muito ele deu para nao gosar mais ele segura nahora e diss pqara mim que nao quer gosar. o que pode estar acontecendo
  • 141
    papum disse:
    olá, minha duvida é tenho desvio na valvula mitral que é uma coisa normal, mais fico preocupado com esses remédios tenho curiosidade de tomar um desses pra ver o efeito tipo pramil mais fico ainda meio preocupado será que tem algum problema? e quais o efeitos?
    preciso dessa resposta pra me poder ficar mais tranquilo o devo fazer!

  • 142
    jakon disse:
    MARCOS e isso ai espero um comentario teu dizendo q vc melhorou
  • 143
    Mr JEFF disse:
    Sempre me masturbei desde 12 anos, hoje tenho 28 anos, sou casado e não consigo para de me masturbar, pois se eu parar por 1 ou 2 dias eu fico subindo pelas paredes, não escondo nada da minha mulher, antes mais jovem eu tinha ereção muito grande ficava igual uma pedra, mas gozava rápido, hoje tenho uma pouco mais de controle, mas ainda é rápido e minha ereção não e muito grande, pois quando transo minha esposa esta com a vagina seca, mesmo eu fazendo uma boa preliminar e deixando ela doida, mas ela continua seca, quando começo a penetrar tenho dificuldades pois esta seca e perco a ereção. já tomei apenas 1 vez o pramil, ela viu e não quiz assim, como não teve relação eu não senti quase nada. estou pensando tomar viagra para ter uma boa ereção e compra o KY para ela, quem sabe dando certo ela se anima, e podemos ter relação todos os dias. E assim eu consigo largar a mastubação.
    Não tenho nenhum problema de saude, qual viagra devo tomar. Já fui no urulogista e fiz exames, infelizmente ele falou que sou normal, e não ajudou em nada.

    • 143.1
      Que Droga disse:
      Existem vários lubrificantes que podem resolver este problema, como mencionou, o KY e vários outros. Tente ver se isto resolve, mas também é preciso ver se ela está seca por ter baixa lubrificação natural ou se não está excitata o suficiente para fazer sexo.
    • 143.2
      marasom disse:
      olha meu amigo mr. jeff: estou com um problema parecido com o seu , sou viciado em masturbação, mas diferente de vc ,não tenho parceira nem sou mais casado,tenho tido ultimamente difuculdades de manter uma ereção 100% se a perceira não tiver uma boa lubrificação tenho dificuldades de penetra-la.
      mas vc deu mole meu amigo! vc deixou sua parceira ver vc tomando o remédio milagroso! é claro que cabeça de mulher é muito diferente da nossa, ela achou que o problema fosse com ela, que vc precisava desse artifício por ela não ser mais tão atraente aos seu ver como antes!por isso não quiz dar para vc! dá próxima vez, seja mais discreto. abração.

  • 144
    Mr JEFF disse:
    Li varios comentarios, os homens se masturbam pois tem necessidade, e não por severgonhice, sou tarado pela minha mulher, sempre elogio ela. Acho que muitos homens procuram mulheres fora do casamento porque sua esposa não fazer o que as putas fazem, como exemplo anal ou oral; procurar o homen, ex.: porque que uma esposa não liga para o marido no meu do serviço dele sem ele esperar dizendo que tá doida para dar para ele; chupar o pau dele quando ele tá vendo TV; ou acordar ele de manhã chupando ele; ou colocar uma camisa do time dele apertadinha mostrando um decote na hora que ele estiver assistindo o jogo na TV. Sei que muita mulher deve estar achando vulgar, degredindo a imagem da mulher, eu sou homen nunca pensaria mal de minha esposa se fizer isso, acho que o homen pensaria diferente se fosse uma namoro novo. AS coisas com seu amado fica só com vocês, o homen é totalmente físico, e a mulher emocional, do mesmo jeito que a mulher gosta de elogios, flores, romence e etc. o homen gosta de sacanagem, todo homen sonha com uma mulher que ti sastisfaça-o, mulher use belas lingerir. A mulher que não dá sucego na cama para o marido, com certeza ele não vai pensar nunca em outra mulher. Ele vai fica doido para voltar para casa depois de um dia de trabalho, e com certeza libera mais a carteira também. Então fica meu comentario, mulher seja uma dama para sociedade, mas entre quatro parede, seja igual a uma vagabunda com seu marido, isso não é se rebaixar não, e sim sastifazer a necessidade do parceiro. E homen seja carinhosos e romanticos com sua esposa, parceira, pois toda mulher gosta de atenção, elogio, e carinho. Ninguém precisa pensar em traição, pois quando se conheceu um ao outro,teve atração, o que mudar com o tempo é a rotina, cuide um do outro, e também respeite o espaço do outro quando quer fazer alguam atividade sozinho.
  • 145
    jakon disse:
    PAULO nao sei a tua idade quando eu uso ositrato de sidenafila quebro ocomprimido de 50 mg no meio e da o mesmo resultado agora menos de meio o efeito nao e o mesmo
  • 146
    jakon disse:
    mr JEFF fassa sexo oral ai ela vai ficar lubrificada
  • 147
    Willian disse:
    Ola Boa tarde a todos, esta acontecendo umas coisas comigos ao me relacionar com uma mulher, Quando tive minha primeira namorada, tive a minha primeira vez com ela e tal foi normal, conseguir Gozar três até 4 veses com ela sem meu Pênis abaixar, Agora estou com outra namorada, eu Vou com ela Gozo em uns 10 minutos e meu Pênis abaixa e levanta em uns cinco minutos vocês ai que comenta, podem me falar se isso é normal? eu agradeço tenha uma ótima tarde…
    • 147.1
      Que Droga disse:
      Esta nova mulher é diferente da primeira? Como você se sente estando com ela, é diferente da primeira? Quanto tempo atrás foi a primeira? E qual sua idade?
      • 147.1.1
        Willian disse:
        Sim ela é bem diferente da Outra namorada que eu tive, Me sinto bem sim, Bem diferente da primeira, a outra não sei pq se fooi de muito tempo o relacionamento, ten uns 4 meses ja, eu diz 18 anos ja tem três meses… é algum problema?
        • 147.1.1.1
          Que Droga disse:
          Não é nenhum problema. Basta estar mais tranquilo com a garota, e curtir umas preliminares, sem pressa, que vai se sentindo mais a vontade pra aproveitar mais.
  • 148
    carlos disse:
    ola bom dia eu tomei viagra e meu penis esta encurvado e nao consigo ter sex com minha esposa ele nao fica muito mais ereto
  • 149
    Carlos disse:
    Gostaria de saber se depois que tomar viagra, demora mais tempo para ocorrer a ejaculação?
  • 150
    fernando disse:
    ola pessoal,de uns tempos pra ca tenho tido problemas de ereção.
    eu consigo segurar a ereção por uns 20 a 30 minutos, e depois independente se tive ejaculação ou não tenho dificuldades de manter a ereção.
    oque fasso? procuro um hurologista?
    tenho 19 anos…

    • 150.1
      Que Droga disse:
      30 minutos é um tempo bem longo, muito maior do que a maioria das relações sexuais, que duram menos de 10 minutos. Não fique cobrando uma performance excepcional, mas é preciso saber os motivos da perda de ereção. Isto acontece sozinho, quando está masturbando, ou com alguém?
  • 151
    Kaio Felipe disse:
    Boa Noite, eu segui o conselho de vocês e deu certo, consegui realizar o sexo, foi muito bom tanto pra mim quanto pra ela, porém devido à distância, nós acabamos terminando. E agora eu estou inseguro à me relacionar sexualmente com outra mulher, será que vou ficar ereto ? ou eu devo tomar um viagra de precaução para evitar qualquer tipo de constrangimento ?
    • 151.1
      Que Droga disse:
      Se você estiver tranquilo, com alguém que gosta, e que gosta de você, e num lugar seguro e aproveitando o momento, provavelmente vai conseguir ereção pois você não tem nenhum problema físico que dificulte o sexo. Portanto você não precisa de viagra. Talvez daqui a uns 50 anos.
  • 152
    Marcio disse:
    O bom desempenho de um homem tbm vem vem muito da mulher pois tenho 40 anos namoro uma mulher nota dez e nunca usei nenhum tipo de medicamento e temos uma vida sexual maravilhosa.
    Abraços a todos e Deus abençoe.

  • 153
    Marcos disse:
    Minha namorada fazemos amor por cerca de 30 minutos sem viagra
  • 154
    osvaldino disse:
    olha eu sou casado e sou um bom PUNHETEIRO e ainda estou trepando com minha comadre.portanto se usar viagra consigo gozar 5 vezes em uma noite
  • 155
    Reh disse:
    Ola esses dias fui transar pela primeira vez com um cara mais novo que eu.Tenho 25 anos. Foi mt bom de primeira de segunda tbm. Só q na segunda vez ele me chupou mas não esta sentindo tesão. Mas daí tiramos a roupa meu pau ficou duro gozei mas mesmo assim segui metendo ficha. Só que esses dias eu até que penetrei nele mas menos de 5 minutos perdi a ereção. Foi chato pra mim. Acho que é devido eu me masturbar mt. Sou um punheteiro. Será que punhetar de mais pode interferir na ereção? Por favor me respondam. Alguém já fez o teste pra ver se é realmente assim.Abraço!!!
    • 155.1
      Que Droga disse:
      Olá Reh.
      Não existe relação em se masturbar muito e perder a ereção. Acredito que no seu caso seja tensão ou preferências. Estar em um lugar tenso ou arriscado pode acontecer e acabar com a ereção. Outra possibilidade seja a falta de tesão na posição que estava fazendo. As vezes não gostamos de certa prática e isto faz perder o interesse na hora, o que causa a perda da ereção. Analise o que pode ter acontecido com vocês para descobrir a causa.

  • 156
    fernando disse:
    olá, sou hipertenso tomo naprix a 10+10 que é ramipril + alodipinio e um diurético natrilix corro algum risco se eu tomar viagra.
  • 157
    kevin disse:
    Olá, olha sou casado a 2 anos e estou com um problema, não estou conseguindo mais ter ereção com minha esposa, consigo só meia ereção e depois desabo totalmente, e isso esta desgastando muito nosso relacionamento!Porém quando assisto filmes pornos consigo ereção e tudo mais. Já fui ao urologista e ele falou que nao tenho nada! Será que preciso usar viagra? Tenho 24 anos
    • 157.1
      Que Droga disse:
      Viagra não vai adiantar muito… pois se você consegue ereção em outros momentos, você não tem nenhum problema físico. Parece que seu caso é a perda de tesão mesmo… tente inovar um pouco no sexo. Experimente posições diferentes, uso de estimulantes, fantasias, lugares diferentes etc…
  • 158
    João disse:
    Sou gay, mas tenho muita vontade de fazer sexo com uma mulher. A questão é que eu não consigo ereção quando fico com uma. Viagra adianta nesse caso? Alcool anula totalmente o efeito do viagra? E os genéricos… mesmo efeito?
    • 158.1
      Que Droga disse:
      O viagra precisa de alguma excitação para fazer efeito. Se você não sente nada com mulheres, e não consegue fantasiar ou imaginar coisas, talvez não funcione. Álcool não anula o efeito do viagra. Os genéricos não possuem o mesmo efeito do viagra, e nem mesmo o cialis possui o mesmo efeito do viagra.
  • 159
    Rodrigo disse:
    Olá, tenho duas duvidas.. eu tenho uma relação sexual boa, até pq tenho 20 anos, nao ejaculo rapido, gozo em quantidade certa, já consigo fazer 3 vezes em uma noite, com um certo espaçamento entre elas..
    Bom, mas depois que eu gozo, na mesma hora eu ‘broxo’, isso é normal?
    E eu tenho vontade de experimentar o viagra, tenho a saude boa entao os efeitos colaterais serao menores. mas gostaria de saber se para comprar esse medicamento ou genericos, é obrigatoria a apresentação de receita medica?
    valeu!
    • 159.1
      Que Droga disse:
      Sim, para comprar viagra original é preciso receita médica. Mas você não precisa. O normal do homem é perder a ereção depois da ejaculação. Alguns demoram mais do que outros, mas agradeça que consegue 3 na noite! E outra coisa, os efeitos colaterais para pessoas saudáveis podem ser bem dolorosos, por exemplo tendo que parar num hospital porque o pau não abaixa, mesmo depois de 4 horas, o que pode causar problemas no pau.
  • 160
    Renan disse:
    bom dia, sou casado e namoro bem com minha esposa, mais quando saiu p da uma volta com outra garota não cosigo fica ereto oq faço, só com viagra, oq faço..
    • 160.1
      Que Droga disse:
      Precisa entender porquê falha. É por sentimento de culpa? Ou porque fica preocupado com seu desempenho? Ou será que não rola a confiança que tem com sua esposa? Sabendo os motivos fica mais fácil combater o problema.
    • Fonte:http://www.quedroga.com.br/toxicos/viagra




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

15 SINAIS QUE ELE QUER SÓ SEXO

GUIA ILUSTRADO DE SEXO ORAL EM MULHERES E HOMENS

O QUE É A EJACULAÇÃO FEMININA ?