PORNOGRAFIA E INTERNET

A internet existiria, sem a pornografia?


Quando eu olho, às vezes para o relatório de palavras-chave no Google Analytics, eu fico abismado, espantado e até mesmo irritado com estes resultados, conforme eu desabafei outrora. Vi como é grande a tamanha procura por orgia e erotismo sem igual e observo também a tamanha procura por sexo sem limites, sem compromisso e desenfreada. Chegamos ao ponto em que não olhamos mas a pessoa como pessoa, e sim como simples objeto de prazer e orgia. E pasmem! O mercado do sexo (inclui centros de prostituição, revistas, filmes, etc) aumentou bombasticamente com a popularização da internet.

A pornografia virtal não só nos permitiu que tenhamos acesso livre e gratuito à estas maravilhas, como também deu liberdade para as mais diversas e loucas fantasias, bem como as chamadas manias sexuais, coisas que eram bem tímidas ou praticamente inexistentes nos anos 80 e no começo dos anos 90 ou bem antes disso. Com exceção da pedofilia que (PASMEM) era bem aceito e incentivada pela sociedade, pela própria mídia e até pelos pais naquela mesma época. Para não acharem que estou louco com estas afirmações, porque não vai ao Youtube ou até mesmo no Google e não procura por filmes eróticos ou pornô da época? Você vai notar que a participação de crianças de 10, 12 ou 14 anos nestes filmes era bastante comum, até mesmo em cenas mais quentes do filme (acho que não preciso entrar em detalhes sobre estas cenas). E por incrível que pareça, dava muita audiência, chegando a superar a audiência da novela das oito (já que as novelas também incitavam pedofilia).

Não estou defendendo a pedofilia, nem protegendo os pedófilos. Mas acho que a pedofilia, deveria ter sido combatida desde o princípio, se possível, desde que o homem passou a construir e formar civilizações. Como os historiadores, não vão deixar mentir sozinho, a pedofilia, mais uma vez digo, era normal e também era incentivada pela sociedade por muitos séculos. Poucos se sabem mas naquela época, a menina que começava a menstruar era considerada mulher, apta para casar, ter relações sexuais e ter filhos e muitas donzelas de 10, 12 ou 15 anos são eram forçadas a fazer isto que acabei de falar, gerando traumas para elas. Logo, venho concluir que a pedofilia, cresceu, criou raízes e se tornou forte, imponente e (muito) poderosa dentro da sociedade. Só agora que a população tenta eliminar para sempre da sociedade, e ainda sob a orientação da mesma mídia que há 20 anos atrás, apoiava e defendia a pedofilia abertamente.

Voltando ao assunto, como alguns já sabem, a pornografia virtual surgiu junto com a popularização da própria internet, já com o surgimento dos navegadores (browsers) gráficos no mercado. Portanto, os sites pornográficos cresceram e se proliferaram, e como um vírus, atingindo em todos os meios virtuais, como sites de relacionamento, fóruns de discussão, e-mails, mensageiros instantâneos (MSN, Gtalk, ICQ, etc) e até mesmo na blogosfera. Por outro lado, não possamos esquecer de que a pornografia virtual é o negócio mais lucrativo do mercado de informática, mesmo para um site gratuito, que só exiba fotos caseiras e amadoras (aliás, este é o setor mais procurado). Bilhões e bilhões de dólares passeiam diariamente pelo mundo afora, graças a este mercado e à sua grande procura.

Por fim, a generalização da sexualidade desenfreada e a popularização em massa do sexo virtual, chega ao tal ponto que atinge todos os setores da sociedade, em diversas culturas do mundo. Isso o torna tão preocupante e tão alarmante, que algumas autoridades estão tomando algumas providências para coibir os excessos causados pela pornografia ou até mesmo contra a própria pornografia. Isto me leva a crer que a pornografia virtual, está tomando proporções avassaladoras chegando a ser incontrolável.
 Com isso, a internet também contribuiu para a liberalização total do sexo, bem como a sua banalização, fazendo que algumas correntes sexuais se tornem uma espécie de modismo. Se as coisas continuarem assim, a razão e a emoção serão o motivo de chacota, enquanto os instintos animais e vorazes pelo sexo predominarão pela sociedade, fazendo com que o ser humano seja tão racional quanto um cachorro.

Mas aí surge uma clássica pergunta: a internet existiria sem a pornografia? É o mesmo que dizer que a internet pode sobreviver sem a pirataria, pois tanto um e outro, movimentam drasticamente a internet. Muitos se enriquecem absurdos propagando pornografia na internet. Um site pornô, com mulheres nuas, sexo explícito chamam muito mais atenção que qualquer outro, pois como todos saibam, o sexo é atraente, tanto para os mais santos, e principalmente para os mais pecadores. De fato, podemos entender que a pornografia passou a fazer parte da essência da internet.

Fonte:http://www.baudovalentim.net/2009/01/pornografia-e-internet.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

15 SINAIS QUE ELE QUER SÓ SEXO

GUIA ILUSTRADO DE SEXO ORAL EM MULHERES E HOMENS

O QUE É A EJACULAÇÃO FEMININA ?