TRES PERGUNTAS QUE SINTETIZAM AS DIFICULDADES CONJUGAIS




1) Na sua prática clínica como você vê a importância do tema relação conjugal na vida adulta?

Resp.Para relacionar bem com o outro,é preciso ter boa auto-estima e se relacionar bem com seus pais internalizados,que funcionam como um modelo,parâmetro de uma boa relação,daí os conflitos projetados no outro pelos aspectos fantasmáticos e conflituosos das relações primárias com figuras significativas.




2) Quais são os 5 problemas mais freqüentes relacionado a este tema?

Resp.O primeiro são as dificuldades de comunicação do casal.Em segundo lugar até como conseqüência os diversos problemas e desajustes sexuais dos parceiros,incluindo casos de infidelidade ou de aventuras extra- conjugais.Em terceiro lugar conflitos de ordem financeira,de um dos membros do casal,causando insegurança em relação a uma base segura para a estrutura familiar.Em terceiro lugar o alcoolismo ou o vício em outras drogas,por um dos membros do par ,ou casos de bipolaridade,depressão ou desajustes sérios de caráter,desvios de personalidade,causando sofrimento,desespero na família.Em quarto lugar as dificuldades de relacionamento entre as famílias de origem e o novo casal.Em quinto lugar a falta de maturidade afetiva para manter um relacionamento de longo prazo,o narcicismo e conseqüente egocentrismo,a baixa auto-estima e auto-desvalorização,passividade e dependência emocional,o sado-masoquismo ou relações destrutivas,como ciúme doentio e pocessividade.




3) Destes 5 problemas, quais as origens dos mesmos?
 
Resp.Primeiro-incongruência na comunicação;Segundo-vida sexual desvinculada de sentimentos de amor verdadeiros,autênticos.Terceiro-falta de planejamento e educação financeira para equilibrar finanças,da micro-empresa familiar.Terceiro-vícios minam a segurança e estabilidade afetiva do casal e da família,relação pais e filhos.Quarto-a guerra entre famílias que encontram diferenças culturais ou religiosas,de nível social ou financeiro,fonte de sérios conflitos para o casal e/ou família.Quinto-a  falta de saúde psíquica ou de equilíbrio emocional,contamina qualquer modelo de relação,sendo um frequente desencadador de processos dolorosos de separação conjugal.

Dr. Marcos de Oliveira Mundim-Psiquiatra e Psico-Terapêuta de Casal e Família.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

15 SINAIS QUE ELE QUER SÓ SEXO

GUIA ILUSTRADO DE SEXO ORAL EM MULHERES E HOMENS

O QUE É A EJACULAÇÃO FEMININA ?